A importância do selo de segurança no e-commerce: veja os principais!

Por Miriam Barros

Um estudo recente mostra que 43% das desistências das compras pela internet são causadas pela falta de confiança no e-commerce. Isso pode ocorrer pela aparência, navegabilidade ou mesmo pela falta de um selo de segurança no site.

E isso não é por acaso: com o crescimento expressivo do comércio eletrônico e de novas lojas, o número de negócios suspeitos também aumentou. 

Outro estudo aponta, por exemplo, que mais de 31 milhões de golpes em sites e páginas falsas foram identificados nos dois últimos anos.

Para complementar, a pesquisa E-commerce Quality Index (EQI) mensurou que 43% dos consumidores no país já receberam produtos que se diferenciavam da foto do site.

Dentro deste contexto, 68% dos brasileiros ainda possuem medo de comprar online. 

Ou seja: quase sete em cada dez brasileiros ainda precisam ser convencidos para adquirir um produto no e-commerce.

Com estes dados, percebemos a importância de uma plataforma de e-commerce segura e que passe credibilidade credibilidade para o público.

Assim, neste artigo apresentamos quais são os selos de segurança mais utilizados na internet e como adquirir um selo relevante para a sua loja.

Acompanhe a leitura!

Habilitar sacolinha do instagram

O que é um Selo de Segurança?

Em uma analogia simples, o selo de segurança pode ser percebido como os elementos que trazem proteção para uma loja física – da própria credibilidade das marcas a um sistema de vigilância, por exemplo.

Assim como estas ferramentas possuem funções de proteção para manter as lojas seguras e confiáveis, os selos também, mas contra ameaças online.

Deste modo, ao buscar por um selo, o lojista protege seu site de invasões e operações suspeitas, garantindo ao consumidor uma plataforma estável para transações.

Ao buscar por estes serviços de certificação digital, o lojista consegue dispor imagens de cada selo de segurança obtido pelo site.

Isso dá credibilidade a página, traz vantagem competitiva e contribui no ranqueamento do Google, pois o PageRank verá seu negócio como seguro, favorecendo uma indicação.

Além disso, há dois tipos de selo de segurança: dinâmico e estático.

O dinâmico é interativo, e ao clicar nele, o usuário é levado a uma página com informações adicionais sobre os protocolos de segurança do site.

Já o selo de segurança estático é somente uma imagem da certificadora que poderá ser disposta no seu site.

Selos de Segurança mais utilizados no e-commerce

Entre as empresas certificadoras, existem algumas que comumente são mais utilizadas e populares.

Veja a lista e saiba qual selo (ou selos) de segurança você poderá obter!

 

Certificado de Segurança SSL

O Secure Socket Layer (SSL) protege o caminho entre o servidor e o navegador, com tecnologia global de segurança, ele garante que a transação de dados seja segura.

O SSL, como é conhecido, possui criptografia avançada e pode ser identificado em sites que possuem a letra “s” no final do “http://”, resultando em “https://”.

É possível notá-lo também, pois há um cadeado na barra de endereços do navegador.

Com este selo de segurança, seu site garante também melhor ranqueamento nos buscadores do Google.

Para validar o domínio, o protocolo vai depender do tipo de empresa ou organização e pode ser feito por empresas credenciadas, como 

  • Site Blindado, 
  • Comodo, 
  • Certisign, 
  • GlobalSign.

Inclusive, estes são alguns dos selos citados logo na sequência.

 

SiteLock

A certificadora possui diversos planos, mas o principal é a verificação periódica de ameaças. Quando as localiza, corrige e as bloqueia.

A empresa também oferece SSL para os contratantes, e protege as informações de pagamento com cartão de crédito.

Esse selo de segurança é dinâmico e podem ser selecionadas as páginas a serem verificadas, além de disponibilizar a imagem no rodapé dos sites.

 

ReclameAqui

O Reclame Aqui não é um sistema de proteção de dados, mas entra na lista por ser uma plataforma que reúne informações das empresas e as disponibilizar para o público.

As pessoas utilizam o site para denunciar questões referentes a produtos e prestação de serviços. Depois, o cliente atribui uma nota para a resolução.

O Reclame Aqui disponibiliza rankings anuais, notas de qualidade de atendimento, e gerenciamento de crise, o que deixa os consumidores mais tranquilos para negociar com a marca, dando mais credibilidade ao seu site.

 

Site Blindado

Site Blindado é uma empresa especializada em segurança para o comércio eletrônico, e trabalha identificando, bloqueando transações suspeitas e corrigindo vulnerabilidades.

Para receber o selo de segurança, o Site Blindado faz testes com o seu domínio e loja, e só o libera após aprovação.

Além da certificação SSL, o e-commerce fica protegido de vírus e malwares, acesso ao banco de dados, queda do site, spam, propagandas falsas, etc.

A empresa oferece dois planos: normal e premium. Vale analisar qual combina com a sua demanda.

 

Norton Secured

Este selo possui reconhecimento internacional, e sua tecnologia é baseada em criptografia, o que garante maior segurança para dados sensíveis.

Para uma loja iniciante, no entanto, talvez ele não seja o mais indicado por possuir taxa em dólares.

Loja online gratuita Confere Shop

 

Black Friday Legal

A Black Friday é um evento muito esperado, por ser conhecida como uma das maiores promoções do ano, a qual diversas lojas aderem.

Devido a alta demanda e descontos tentadores, tudo que os consumidores querem é comprar seus itens desejados por preços menores.

Entretanto, este é um prato cheio para fraudes, visto que há muitas promoções e pessoas comprando em maior velocidade.

O selo Black Friday Legal ajuda os internautas a não caírem em lojas fantasmas. Para obtê-lo, é preciso aderir ao Código de Ética da Black Friday e informar dados da empresa, como CNPJ e outros dados cadastrais.

 

Certisign

Para uma loja virtual, a certificadora assegura que os dados de transações de pagamentos nos check-outs usando tecnologia de criptografia.

Seu foco é mostrar aos consumidores que o site possui segurança para transações e compras.

 

ClearSale

A ClearSale não é exatamente um selo de segurança, entretanto, é uma excelente ferramenta para lojistas e também para clientes.

Isso porque a empresa utiliza inteligência artificial, score antifraude, detecção de ataques e de compras suspeitas.

Ao identificar uma transação, o software notifica o consumidor e a empresa, de modo validando a veracidade da compra.

Para o cliente é bom, pois evita compras inapropriadas e para os lojistas evita que se perca tempo e dinheiro com compras falsas.

 

Comodo

A empresa valida a identidade do site da loja virtual. Para isso, seus recursos mostram os detalhes do e-commerce aos consumidores que buscam mais informações.

Diferente de outros que abrem uma nova página, o selo de segurança mostra as informações quando o cursor do mouse passa sobre ele.

 

E-bit

O E-bit não é uma ferramenta de segurança, contudo, faz análises levando em conta alguns critérios e disponibiliza os dados aos clientes.

De acordo com o desempenho do e-commerce, medalhas são atribuídas, o que dá mais credibilidade para a loja.

Seus critérios de avaliação levam em consideração elementos como: 

  • SSL, 
  • Sistemas de segurança, 
  • Número de entregas no prazo 
  • E satisfação dos clientes. 

Sobre as medalhas, elas possuem os seguintes detalhes:

  • Ouro: é considerado ótimo quando as taxas de entrega estão dentro do prazo e clientes fidelizados. Nota acima de pelo menos 80%;
  • Prata: considerada muito boa, as taxas anteriores são de 75%;
  • Bronze: boa, com taxas de 70%;

Quando estiver “em avaliação”, significa que a loja possui pouco tempo de programa e ainda não há dados.

 

Loja Confiável

O selo de segurança Loja Confiável coleta avaliações de terceiros com depoimentos e fotos enviados por clientes.

Essa tática é utilizada para atribuir credibilidade e segurança para futuros consumidores.

Dicas para proteger o e-commerce

Investir em tecnologias antifraude é uma das melhores formas de evitar golpes no e-commerce

Por isso, busque soluções tecnológicas antifraude, que contam com processos mais eficientes de pagamento, entre outros recursos, que reduzem as chances de fraudes.

Manter os sistemas atualizados é uma forma de se prevenir de tentativas de fraudes, pois as atualizações corrigem possíveis vulnerabilidades

A primeira medida para evitar fraudes é investir em um certificado de segurança que garante que as informações entre clientes e a loja sejam passadas em um ambiente mais seguro.

Outra maneira eficiente de evitar invasões e se proteger, é configurar o site para que somente senhas fortes sejam criadas, como as que mesclam letras e caracteres específicos.

Limite também a quantidade de tentativas de compras. Ao limitar tentativas de compra, há redução do risco de uma possível fraude no uso de dados roubados.

Outra opção é contratar uma empresa especializada, pois, sabemos que tomar medidas de segurança não é uma tarefa simples.

Portanto, uma saída é contratar uma empresa que tenha domínio de estratégias de cibersegurança para proteger seu e-commerce.

Além disso, ao conferir a responsabilidade de gerir os processos de segurança do site, o empreendedor tem mais tempo para cuidar de outros processos importantes e pode focar no crescimento do negócio. 

Conclusão

Como podemos ver, há uma gama de selos e serviços de segurança, com características, planos e serviços distintos.

Vale ressaltar que antes de contratá-los, faz-se necessário analisar as prioridades da loja, assim como a realidade financeira do negócio

Fazendo isso, é possível escolher o selo ou os selos que mais se adequam a sua loja, garantindo assim proteção e gerando confiança que poderá se transformar em novas vendas!

Confere Shop loja online grátis

Este texto foi escrito por João Barros