7 Dicas de ouro para organizar as finanças da empresa

Por Ricardo Cici

Ter uma empresa é uma aventura!

Cuidar da qualidade do produto ou do serviço, cuidar dos funcionários, cuidar do atendimento, cuidar das infraestrutura, cuidar dos clientes e encorajá-los a trazerem seus amigos são algumas das milhões de atividades diárias que qualquer gestor que se preze precisa ficar atento.

E no meio de toda essa confusão, ter controle das finanças da empresa se tornou uma missão quase que impossível.

Por isso levantei essas 7 dicas de ouro para organizar as finanças da empresa:

Nova call to action

1. Organize-se todos os dias

Reserve alguns minutos todos os dias para organizar as atividades.

Abra as caixas de e-mails da empresa, separe as contas que deverão ser pagas no dia, organize as novas contas que chegam, veja quanto você tem a receber no dia e evite acumular pendências.

Quanto melhor organizado e planilhado melhor.

Mesmo que você tenha alguém ou alguma equipe para fazer essas atividades para você, não deixe de dedicar algum tempo a preparar o seu dia.

2. Tenha previsões diárias, semanais e mensais

Fazer previsões é muito importante para qualquer empresa, pois são ótimos indicativos para mostrar se o rumo que a empresa está tomando é o correto.

Através das previsões a empresa consegue saber com antecedência se vai ter capital para arcar com suas responsabilidades e como anda o faturamento antes do final do mês.

3. Entenda o fluxo de dinheiro da empresa

Pode parecer banal, mas a verdade é que pouquíssimas pessoas entendem o caminho que o dinheiro percorre antes de poder ser considerado lucro.

É importante entender quem são as instituições, bancos, adquirentes, gateways, etc, envolvidos no processo, qual é o tempo de liquidação, quais são as taxas cobradas, quais são os riscos etc.

É… o dinheiro não simplesmente cai na conta da empresa.

4. Não dependa do seu contador

Se o seu contador sabe mais do seu negócio do que você, você tem um problema.

Vejo que muitas empresas acham que seus contadores são algum tipo de oráculo e perguntam tudo para eles, desde diferenças financeiras encontradas até problemas com funcionários.

Por mais que o contador realmente seja de grande ajuda, ele tem vários clientes e muitos números e regras para controlar. É imprescindível que empresa possua seus próprios controles.

 

Planilha Controle de cartões

5. Tome decisões baseadas em dados reais

Administrar uma empresa é sinônimo de tomar diferentes decisões todos os dias.

Algumas acertamos e outras não.

Quando o assunto é a vida financeira da empresa, uma simples decisão equivocadas pode significar uma bela dor de cabeça, então se organize para que os dados que você tem em mãos sejam reais e confiáveis. Isso permite que escolhas sejam feitas de forma rápida e assertiva.

6. Tampe os buracos por onde o dinheiro escapa

Não pense que seu negócio é à prova de falhas.

Provavelmente existe algum buraco por onde o dinheiro está escapando.

Pode ser que o buraco seja pequeno e não cause danos significativos no faturamento ou na lucratividade da empresa, mas tenho certeza que ninguém quer conviver com esses escapes indesejados.

Se não fosse assim as empresas não gastariam tanto com consultorias profissionais.

Para organizar as finanças da sua empresa, encontrar e fechar as torneiras por onde o dinheiro escapa sem utilidade é uma missão!

7. Trate o dinheiro com muito respeito

Pode parecer uma dica boba, mas a verdade é que muitos empresários investem grande parte do seu dia em fazer o negócio virar e negligenciam a gestão daquele que é seu sustento.

Insumos, marketing, vendas, contratos, recursos humanos, gestão de pessoas…

Tudo isso acaba tomando a grande maioria do tempo e atenção do empresário, que acaba deixando a administração do dinheiro para segundo plano.

Para evitar perder o sono pensando em porque não prestou mais atenção à vida financeira da sua empresa, trate o dinheiro com o respeito que merece.

Agora você tem duas escolhas!

Se você seguir as 7 dicas de ouro para organizar as finanças da sua empresa, vai conseguir alcançar um nível de controle que pode te levar para os próximos passos.

Mas agora você tem duas opções de escolha:

  • Fazer tudo isso sozinho, com seus controles, tabelas e relatórios, ou
  • Utilizar os serviços do Confere para te ajudar no processo.

Se você faz vendas com cartões, deve ter muitas dificuldades para conseguir acompanhar o pagamento de tudo e, além disso, ainda controlar taxas e prazos. O Confere Cartões é uma solução que automatiza todo esse controle e economiz horas e horas de trabalho manual arduo.

Quer conhecer um pouco mais sobre o Confere Cartões? Clique AQUI.

Nova call to action