14 erros que você não pode cometer ao criar uma loja virtual

Por Miriam Barros

Começar um novo negócio nunca é fácil. Ainda mais uma loja virtual, que envolve muitas etapas, tarefas e assuntos para estudar. Por isso, é comum cometer erros ou acabar se esquecendo de algo importante.

Entretanto, esses erros podem fazer com que a sua loja não venda como o esperado ou até mesmo, que faça você desistir da loja em poucos meses. Claro que não queremos isso e estamos aqui para ajudar!

Quer entender quais erros mais comuns ao abrir uma loja você pode evitar? Neste texto vamos explicar sobre eles e como não cometê-los!

Loja online Confere SHOP

Montei minha loja virtual. E agora?

Apesar de todos os esforços para criar uma loja virtual, o empreendedor ainda tem uma longa jornada para tornar seu negócio bem-sucedido. 

Isso porque o processo de abertura é somente a base para que o empreendimento funcione corretamente. Logo após, é preciso pensar sempre no melhor atendimento ao cliente, na entrega correta do produto e em uma série de outros fatores. 

Fato é que essa não é uma tarefa nada fácil. 

Por isso, muitos empreendedores acabam errando muito nessa fase. Porém, não desista de fazer com que o seu negócio seja um sucesso! Aprenda com todos os seus erros e saiba que você está fazendo o seu melhor para que seu empreendimento seja um sucesso. 

14 erros para você não cometer na sua loja virtual

É justamente porque os empreendedores costumam ter mais dificuldade logo após a abertura da sua loja que trouxemos 14 erros muito comuns de donos de lojas virtuais. Confira:

 

Não calcular os custos corretamente

Um dos erros mais comuns das pessoas que estão começando uma nova loja é não calcular os custos de quanto vale realmente cada produto lançado pela loja. 

É primordial não deixar de estudar quais são todos os fatores que compõem o valor final do produto para então apresentar um valor de vendas justo para você e para o cliente. Alguns fatores não podem deixar de serem considerados nesta conta:

Lembrando que cada loja tem suas especificidades, logo cada uma terá que calcular com exatidão o valor do seu produto. 

Por isso não se deixe enganar por valores muito altos ou muito baixos fornecidos por seus concorrentes.  

 

Não investir em marketing digital

Outro erro fatal que os empreendedores cometem ao criar uma loja virtual é não investir em marketing digital desde o começo. 

Isso porque não importa se você preparou seu e-commerce, elaborou uma estrutura sólida e está pronto para vender bastante, se não tornar a sua loja conhecida entre os possíveis clientes. 

Por isso é primordial investir em marketing. Para isso, você deve ter em conta que é preciso marcar presença nas redes sociais em que seus potenciais clientes estão, como também aprender sobre a linguagem usada por seu público, quais são as suas necessidades e quais os conteúdos eles gostam de consumir na internet. 

Desse modo você consegue criar uma estratégia de marketing digital sólida e eficiente para atrair novos compradores para seu e-commerce. 

Uma ação quase que primordial para quem possui loja virtual é conectar o catálogo de sua loja com o Instagram Shopping (também conhecido como sacolinha do Instagram). Gravamos um passo a passo que vai te ajudar a fazer essa integração e, consequentemente, facilitar o processo de compra dos clientes que encontram a sua loja através das redes sociais! Dá o play:

 

Não investir em otimização para dispositivo móvel

De acordo com pesquisa realizada pelo Pew Research Center,  95% dos consumidores têm pelo menos um celular. Apesar disso, muitas lojas ainda não investem na otimização do seu site para que ele seja funcional em dispositivos celulares. 

Quando o site não é otimizado, alguns clientes decidem realizar a compra pelo computador, entretanto muitas pessoas desistem da compra e preferem realizar em um site que seja otimizado para dispositivos móveis.

Por isso é essencial que você invista na otimização do seu site para tornar a experiência de compra para os seus clientes mais agradável e assim não perdê-los.

 

Não adicionar descrições originais para os produtos

Um erro muito comum de quem está começando agora o seu e-commerce é não adicionar fotos e descrições originais dos seus produtos. Sendo assim, as falhas mais comuns na hora de adicionar cada produto no catálogo são os seguintes:

  • Inserir informações mínimas e sem nenhum valor para os clientes;
  • Utilizar somente a descrição do fabricante;
  • Deixar o campo de descrição em branco. 

Desse modo, os clientes que têm somente a imagem do produto e a descrição fornecida pelo vendedor para escolher comprar ou não o produto não sabem se esse tem qualidade. Como resultado, eles acabam procurando mais informações fora do seu site e até mesmo desistindo da compra. 

Veja a seguir algumas vantagens de investir em boas descrições:

  • Aumentam as conversões;
  • Aumentam a confiança do consumidor pela compra;
  • Diminuem o número de compras não finalizadas;
  • Diminuem demandas de atendimento ao cliente (isso porque ele não precisará perguntar sobre detalhes acerca do produto);
  • Melhora o resultado de buscas orgânicas. 

 

Não se planejar

O planejamento é o pilar de qualquer plano bem-sucedido, por isso quando falamos em um novo empreendimento ele é mais que essencial. 

Para isso não deixe de estudar muito antes de abrir o seu negócio, estude sobre o seu mercado, quem são seus concorrentes e tudo o que for relativo a seu nicho. 

Além disso, não deixe nunca de realizar um planejamento realista sobre os investimentos, gastos e lucros que você terá com sua loja. Esse deve contar cálculos com metas de curto, médio e longo prazo e quais são os objetivos da sua empresa ao longo desse tempo. 

 

Não ter público-alvo definido

Não ter um público-alvo com certeza fará com que você tenha perdas significativas de clientes e consequentemente de lucro.

 Isso porque é essa definição que determinará uma série de elementos importantes na sua loja, como por exemplo os produtos que serão vendidos, a linguagem usada no site e redes sociais e uma série de outros elementos.

Sendo assim, não deixe de realizar uma pesquisa sobre quais são os público-alvo que mais te interessam e não se esqueça de delimitar muito bem esse perfil.

 Por exemplo, se você gosta de confeitaria e de crianças, por que não escolher como público os pais de crianças que desejam realizar festas de aniversário?

 

Setor de logística precário

Não é somente com o processo de pré-venda que o lojista tem que se preocupar. Logo após a compra ele precisa garantir que os produtos chegaram em perfeito estado e na data certa para o comprador. 

Por isso, o setor de logística é primordial para alavancar os resultados do seu e-commerce. 

Para isso, fique sempre atento a organização do estoque da sua loja, não deixe de arrumar tudo de modo que você consiga ver a quantidade de produtos que tem disponíveis, além de conseguir adicionar e retirar produtos com agilidade. 

 

Não ter embalagens adequadas

Lembra quando dissemos o quão importante é entregar os produtos para os clientes em ótimo estado. 

Pois bem, para isso é primordial pensar em como ele será embalado. Sendo assim, busque por embalagens de ótima qualidade e que protegerão o produto até chegar nas mãos do cliente.

Além disso, busque desenvolver embalagens que representem bem a sua marca. Isso fará com que o cliente se sinta bem acolhido por sua empresa e perceba todo o cuidado que você teve para ele ter a melhor experiência de compra. 

Imagine qual será a sensação dele ao perceber que sua loja cuida dos mínimos detalhes para ele receber o seu produto com ótima qualidade?

 

Contratar transportadoras que demoram na entrega

Por fim, não deixe nunca de analisar quais são os prazos de entrega da transportadora contratada por você e se essas datas são efetivamente cumpridas. 

Não deixe também de conferir a reputação da empresa e, se possível, opte por aquelas que oferecem serviço de rastreamento do produto, assim tanto a loja como o cliente têm mais segurança durante o prazo de entrega.

 

Não investir em segurança

Todo dono de loja virtual deve ver segurança como um investimento e não um custo adicional. Infelizmente, há pessoas mal intencionadas de olho em falhas de segurança em lojas virtuais e prontos para atacar.

Se a sua loja virtual tiver falhas de segurança, será uma questão de tempo para sofrer algum tipo de invasão e roubo de dados.

Invista em certificados SSL para proteger os pagamentos, softwares para manter as informações dos clientes seguras, usar firewalls e todo tipo de barreira para manter sua loja segura.

 

Não utilizar provas sociais

Provas sociais são depoimentos de clientes, sejam eles dados nas redes sociais, WhatsApp ou no espaço de comentários da loja. Mostrá-los demonstra que sua loja é confiável!

Coloque os depoimentos nos perfis da loja nas redes sociais e inclusive, como destaque no seu perfil do Instagram.

Para coletar esses depoimentos, peça para os clientes avaliarem o pedido com um feedback sincero e aproveitem os positivos. Caso tenha feedbacks negativos, aproveite como uma oportunidade para melhorar seu serviço.

 

Copiar ou fazer conteúdos semelhantes de concorrentes

Um fato simples: se você não mostrar para o consumidor motivos para comprar de você, eles comprarão em outra loja. Se a sua loja não tem nenhum diferencial e soa como o concorrente, qual é o incentivo para alguém comprar?

Se inspirar nos concorrentes é super válido, mas é preciso usar a criatividade para se diferenciar e preencher as lacunas que eles mesmos deixam no mercado.

 

Fazer campanhas de mídia sem estratégia definida

Fazer anúncios para divulgar sua loja é uma boa estratégia para gerar resultados a curto/médio prazo. Mas só trará resultados se for feita com planejamento e cuidado. A falta disso é um erro muito comum que empreendedores cometem.

Como resultado, o anúncio sai caro e não gera resultados, sendo um dinheiro gasto e não um investimento.

Antes de desenvolver uma campanha de mídia paga, primeiro conheça a fundo seu público-alvo para segmentar bem, defina quais produtos irão chamar mais atenção, os canais para fazer a campanha e como acompanhar os resultados.

Aproveite para assistir este super aulão que gravamos com o intuito de ensinar lojistas a anunciarem no Facebook e Instagram ADS! Montamos uma campanha do zero e demos várias dicas valiosas, confere aí:

 

Não diversificar canais de atendimento

Sabe aquela loja que você precisa ficar horas procurando algum contato para tirar alguma dúvida ou levar alguma reclamação? Você não quer ser igual e acabar perdendo o cliente por falta de informações claras.

Aposte em todo tipo de canal de atendimento: e-mail, telefone, DM no Instagram, Facebook Messenger, chatbot, o que for necessário. Isso trará agilidade para sua loja e deixará o cliente satisfeito com as opções.

Um canal importante para aprimorar o atendimento da sua loja, tanto antes quanto depois do atendimento, é o WhatsApp Business. Aprenda como usá-lo de forma efetiva como canal de atendimento e construir uma boa comunicação com o cliente.

Nova call to action

Este texto foi escrito por Luiza Cristina Sousa.