3 dicas para uma gestão financeira mais simples e prática

Por Miriam Barros

Não há como negar que a gestão financeira é essencial para influenciar na lucratividade organizacional.

Empresas de diferentes segmentos, como comércio, manutenção de elevadores residenciais, e até mesmo o segmento de finanças, que aplica a gestão financeira corretamente, têm maior probabilidade de garantir o sucesso e a competitividade no mercado.

Neste contexto, uma gestão financeira é imprescindível para o crescimento saudável do negócio, inclusive em momentos de crise.

Com a pandemia gerada pelo novo coronavírus (Covid-19), muitas empresas tiveram que se adaptar à paralisação de atividade por determinado período.

Logo, nessa situação, uma boa gestão das finanças contribui para diminuir os impactos ocasionados pela imprevisibilidade.

Sendo assim, fazer a gestão das finanças corretamente é fundamental para obter uma visão ampla das atividades e obter lucro.

Pensando nisso, listamos 3 dicas neste conteúdo para você aplicar no seu negócio e realizar uma gestão financeira de modo mais simples, prático e eficaz. Quer saber mais sobre o assunto? Continue lendo e confira!

New call-to-action

1. Faça o controle das despesas

Antes de tudo, é importante controlar suas despesas para fazer uma gestão eficiente. Afinal, é quase impossível obter uma visão assertiva sem anotar todos os gastos e compromissos da sua empresa.

Dessa maneira, o acompanhamento torna-se mais eficiente e tomada de decisões assertivas para novos investimentos.

Se você possui uma fábrica de embalagens plásticas, e necessita trocar equipamentos para modelos mais novos e com tecnologia avançada, um controle das despesas permite um investimento sem gerar prejuízos nas finanças do seu negócio.

2. Mantenha organização do seu fluxo de caixa

É indispensável registrar o que entra e o que sai da sua organização a fim de obter um bom controle financeiro para ocasionar uma gestão mais eficiente.

Dito isto, manter a organização do fluxo de caixa é uma maneira de conquistar melhores resultados junto com o controle das despesas da organização. 

Basicamente, o controle financeiro é responsável por realizar o registro de todas as finanças e ocasionar a gestão eficiente em:

  • Administrar fluxo de caixa (em qualquer segmento como, empresas financeiras, indústria de placa de circuito impresso, etc);
  • Coordenar contas a pagar e contas a receber;
  • Realizar pagamentos, recebimentos e fazer cobranças;
  • Analisar momentos para fazer investimentos no negócio;
  • Entre diversos outros processos que envolvem as finanças.

Ou seja, todos os processos que envolvem o controle financeiro, permite organizar melhor o fluxo de caixa e, consequentemente, tornar uma gestão financeira eficiente nos processos organizacionais.

Logo, os resultados podem ser projetados em curto ou longo prazo, influenciando na tomada de decisão assertiva.

Planilhas

3. Separe as finanças pessoais das profissionais

Outro fator indispensável para contribuir em uma gestão financeira simples e prática, é separar as finanças pessoais das empresariais.

Se você misturar os processos financeiros do seu negócio com as finanças pessoais, pode gerar um impacto negativo no planejamento, investimentos, e até mesmo nas situações de imprevisibilidade.

Isso porque ao utilizar um valor do caixa empresarial para os gastos pessoais, gera uma confusão e dificulta a gestão financeira para analisar o desempenho do seu empreendimento, e até mesmo evitar chegar à lucratividade. 

Por isso, busque ter contas bancárias para cada finalidade e obter uma melhor organização das finanças, tanto pessoal quanto empresarial. 

Logo, ao seguir essas práticas no seu negócio, aumenta a oportunidade de crescimento no mercado, haja vista que obtém uma gestão eficiente e pronta para fazer investimentos com segurança e se prepara para situações de imprevistos em meio a crise.

Maquininhas Demo

Esse artigo foi escrito por Thais Teixeira, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.