3 práticas para controlar o seu fluxo de caixa

Por Miriam Barros

Ao iniciar as atividades de um empreendimento, buscar práticas como sistema de gestão para atuar na parte financeira é uma das principais medidas a serem tomadas. Até porque, para cada fase financeira, é necessário ajustar a administração de orçamento e se adaptar. 

Economizar é uma tarefa importante nos tempos atuais, independentemente se você é dono de uma grande fábrica de tubo de cobre 3 8, ou até mesmo um pequeno comerciante.

Realizar uma boa gestão financeira é uma das melhores práticas para controlar o fluxo de caixa, através disso é possível economizar e ter dinheiro guardado para eventualidades, sejam elas de causas naturais como uma pandemia ou uma baixa no mercado.

Pensando nisso, trouxemos algumas dicas de práticas que devem ser adotadas para controlar o seu fluxo de caixa. Vamos lá?

Experimente Confere PRO

Planejamento 

O planejamento de orçamento é um passo fundamental para quem deseja controlar o fluxo de caixa, pois a partir dele é possível organizar os gastos empresariais e assumir o controle das suas finanças.

Com o planejamento é possível registrar quais serão suas entradas de dinheiro e quais deverão ser as saídas e isso te auxiliará a administrar melhor as despesas, economizar, conter os gastos não essenciais e evitar as dívidas.

Através desse passo, o gestor consegue racionalizar os gastos e decidir a melhor hora para comprar novos equipamentos para auxiliar os funcionários, como mangueiras de alta pressão, utilizadas por muitos profissionais.

Planilhas

Reduza custos

Muitas pessoas possuem dificuldade para controlar o orçamento. Num empreendimento não é muito diferente, o método mais eficiente nesse caso, é criar uma planilha com todos os gastos diários ou até mesmo registrar essas saídas em um caderno.

É comum ver pessoas dizendo que gastam apenas com o necessário para a manutenção, no entanto ao colocar tudo na ponta do lápis percebe que deu algumas escorregadas e principalmente, gastou o que não devia.

Efetue análises criteriosas no orçamento para verificar onde é possível fazer cortes, mantenha sempre a atenção nos pagamentos realizados e a origem do dinheiro utilizado. 

Para que em hipótese alguma pague contas pessoais com o dinheiro da empresa. Até porque, pagar despesas pessoais com o dinheiro do caixa pode se tornar um hábito e com o tempo, acabar perdendo o controle sobre isso.

Saiba analisar onde deve gastar, automatize os processos com foco em redução, caso sua empresa manipule fluidos industriais, faça a reutilização por intermédio de uma  estação de tratamento de água, potencializando o encolhimento de custos.

Monitore

Se você já vem efetuando a redução de custos com base no planejamento, não pense que acabou por aqui, a maioria dos gestores financeiros erram nessa parte por pensar que controlar o fluxo de caixa se baseia apenas nas práticas anteriores.

A verdade é que o mercado está sempre mudando e influenciando o consumo, por esse motivo, as empresas precisam estar sempre de olho e monitorando todas as entradas e saídas, para dessa forma, manter o fluxo de caixa sempre positivo.

Agora que você já sabe as melhores dicas para controlar o seu fluxo de caixa, não perca tempo e comece a colocar em prática.

New call-to-action
Esse artigo foi escrito por Geiza Santos, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.