4 passos para administrar as finanças do seu e-commerce

Por Miriam Barros

Um sistema de gestão financeira eficaz é o grande ponto de qualquer organização, seja ela grande ou pequena. Sem ele, mesmo negócios lucrativos como os de misturadores industriais podem ter insucessos. 

Planejar suas finanças permite identificar objetivos e criar uma estratégia para alcançá-los. Quer saber mais e melhor sobre este tema? Então, vem com a gente.

1- Monitore as despesas de tempos em tempos

Quando seu negócio está com um fluxo de caixa positivo, é sinal de que tem mais dinheiro entrando do que saindo.

Embora os lucros sejam essenciais, você também deve ficar de olho em como seu dinheiro está sendo gasto, ou seja, saia de dentro de sua caixa de papelão e fique atento.

A solução é gerenciar suas despesas de tempos em tempos, para evitar sustos ao descobrir que as cobranças ultrapassaram a renda, no final do mês.

Manter o controle de seus custos também permitirá que entenda para onde seu dinheiro está indo. Isso pode servir como referência para determinar se sua marca terá ou não uma vida útil interessante.

Acompanhe o que gasta e identifique seus hábitos de consumo. Se você observar esses números diariamente, por exemplo, poderá descobrir como está o seu orçamento. 

Saber como seu dinheiro é gasto o ajudará a determinar quais setores estão gastando demais e fazer ajustes.

2- Tenha um ‘salário’ fixo, mesmo sendo dono do negócio

Como proprietário de uma empresa de comércio eletrônico, seja ela um pet shop ou uma loja que vende pote biodegradável, é tentador colocar tudo no negócio. Por isso que muitos empreendedores hesitam em pagar a si mesmos.

Mesmo que esteja começando, pagar a si mesmo desde o início oferece vantagens. Há também vantagens fiscais. Descubra se você tem direito a algum benefício consultando seu contador.

É gratificante ser pago pelo seu trabalho, independentemente do valor. Defina um salário modesto, mas consistente.

Se você fizer isso, poderá economizar dinheiro para uso pessoal e um futuro empreendimento comercial. Controle e equilíbrio são a alma do negócio.

3- Separe finanças pessoais e de negócios

Os proprietários de empresas de e-commerce devem manter registros separados de suas finanças pessoais e empresariais.

De acordo com a lei, sua empresa é uma entidade separada e há vários riscos que pode encontrar ao entrelaçar as contas. 

Separá-las te ajudará a manter uma contabilidade precisa e proteger seus ativos.

4- Tenha estratégias precisas para o Marketing

As empresas dependem do marketing para manter relacionamentos contínuos com seus clientes.

Porém, vale ressaltar que isso é demorado e caro. Seria melhor se você tivesse estratégias precisas em relação a isso. 

Este é o coração do seu negócio e o gestor precisa saber o que espera realizar através dele.

Não precisa fazer todo o marketing sozinho, mas deve, ao menos, conhecer os principais indicadores de sucesso ao entrar no ramo do e-commerce. Fique atento e tire proveito dessas dicas!

Esperamos ter ajudado com essa postagem, caso tenha gostado, comente e compartilhe em suas redes sociais.

Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.