5 dicas para quem vende com maquininhas de cartão

Por Miriam Barros

O controle financeiro empresarial se torna cada vez mais complexo à medida que surgem novos meios de pagamento. O mais novo da jogada é o Pix, que começou a cobrar taxas para cada transação para pessoas jurídicas. Mas vamos deixar esse papo pra outra hora.

A verdade é que quem vende com maquininhas de cartão já enfrenta certas dificuldades para conseguir controlar suas vendas. 

Existem vendas no débito, crédito, parceladas... Existem maquininhas que fazem antecipação automática, outras que permitem o empreendedor receber pelas vendas em 1, 14 ou 30 dias, cada modalidade com taxas diferentes...

Enfim, são muitos detalhes a serem acompanhados. E quando esse controle é feito em papel ou planilha, o tempo gasto é imenso!

Viemos, então, dar algumas dicas para quem vende com maquininhas de cartão. Vamos lá? #ConfereAi!

1. Faça a conciliação de suas vendas

Independente do volume de suas vendas, a conciliação de cartões deve ser feita diariamente na sua empresa.

Caso essa frequência seja impossível de ser atendida, tente acumular a menor quantidade de vendas possível para conciliar.

Quando existe acúmulo de vendas, a chance de ocorrer equívocos no cálculo de taxas cobradas por operadoras, por exemplo, é muito comum.

Muitas vezes as operadoras cobram taxas erradas por cada venda e quem acaba perdendo por isso é o próprio empreendedor.

Se você sente que essa conciliação toma muito do seu tempo, comece a cogitar a automação desse processo.

Contratar um programa voltado para isso, como a Confere, vai facilitar muito o seu controle financeiro!

2. Evite fraudes com POS que não são seus

Infelizmente existem casos de colaboradores mal-intencionados que utilizam outros POS na hora de receber por uma venda em cartão.

Quando isso acontece, o dinheiro da venda não vai para a sua conta. Por isso, fique atento! Afinal, qualquer microempreendedor pode pedir um POS ao banco.

Planilhas

3. Cuidado com despesas extras

Outra forma de fraude comum são as feitas com cartões clonados ou roubados. Por isso, é importante atentar-se à segurança das suas transações.

Preste atenção a qualquer movimentação suspeita e tente conferir os dados apresentados no cartão pelo cliente. 

Lembre-se também que, para vender com cartões, você precisa arcar com alguns custos como taxas cobradas pelas maquininhas e às vezes o aluguel da própria maquininha.

Busque conferir sempre se esses valores estão batendo com os valores acordados.

4. Saiba analisar seus dados

Sua empresa vende mais no débito? Ou no crédito? As compras costumam ser parceladas?

Essas informações são valiosas para que você possa optar pela maquininha que mais se adeque ao seu negócio.

Algumas maquininhas têm taxas melhores para algumas modalidades de venda do que outras. Faça sua pesquisa, temos um ranking de maquininhas que pode te ajudar!

Nova call to action

5. Automatize o seu controle financeiro

Sabemos que um grande problema dos empreendedores é a falta de tempo para lidar com todas as questões que são exigidas para fazer seu negócio andar.

Existe o controle financeiro, controle de estoque, de equipe, processos internos, estratégias de crescimento, enfim, são muitas questões que permeiam a rotina de um empreendedor.

E muitas vezes ele não tem tempo hábil para se dedicar da forma como deveria ao controle financeiro do seu negócio.

O problema é que esse é um dos grandes motivos que levam empresas à falência. 

A falta de controle financeiro leva os gestores e empreendedores a tomarem decisões baseadas em “achismos”, ao invés de se debruçarem na realidade em que a empresa se encontra.

Muitas tomadas de decisões são feitas sem tanto planejamento, o que pode acabar comprometendo as finanças do negócio e prejudicando o seu caixa.

Por isso, se o tempo é escasso, o ideal é começar a pensar na possibilidade de investir em soluções que vão automatizar grande parte do seu controle financeiro.

Assim, o seu tempo disponível será voltado para a análise dos dados de vendas e gastos para que você possa tomar as melhores decisões no futuro.

 

Aulão: controle de fluxo de caixa com planilha gratuita + cálculo automático de indicadores financeiros!

Aqui na Confere, queremos ver você com grande autonomia para cuidar das finanças do seu negócio, tem maiores dificuldades.

Por isso, gravamos uma super aula que vai te ensinar a fazer uma planilha no excel, totalmente gratuita, de fluxo de caixa. Também ensinamos a importância de acompanhar os principais indicadores financeiros do caixa da sua empresa.

Então, não espere nem mais um segundo: dê o play e aproveite essa super aula! Se você gostar, deixe seu comentário, repasse para um amigo, enfim, é tudo nosso. <3