Como aumentar as vendas de uma loja? 15 estratégias

Por Miriam Barros

Aqui no blog, já mostramos com um guia completo como começar uma loja virtual. Mas sabemos que o começo é sempre um pouquinho mais lento e as vendas podem demorar a surgir.

Mas nada de cruzar os braços e desistir! Se você quer saber como aumentar as vendas de uma loja, veio ao lugar certo.

Para ter sucesso com seu e-commerce, é preciso traçar estratégias para chamar atenção e conquistar clientes. Afinal, raramente compramos algo de quem não conhecemos ou não sentimos confiança.

Vamos mostrar 15 estratégias para aumentar as vendas da sua loja e finalmente começar a colher os frutos do seu investimento. Confira!

Nova call to action

Aprenda como aumentar as vendas de uma loja

Agora é hora de colocar a mão na massa! Veja nossas 15 estratégias para aumentar as vendas de uma loja e conquistar mais clientes.

 

1. Crie um site incrível

Pense: O que chama sua atenção quando passa na rua e entra em alguma loja? A vitrine. Como uma loja de comércio eletrônico, o seu site é a sua vitrine.

Isso significa que você deve encontrar maneiras, através do design, de apresentar seus produtos de uma forma que atraia os usuários a comprarem. O primeiro passo para criar seu site é definir a identidade visual da sua loja e as cores a serem utilizadas.

O site, além de bonito, também deve ter um processo de compra intuitivo e fácil, otimizado para dispositivos móveis e com visual limpo para não demorar a carregar.

Caso não tenha muitas noções de design, uma boa ideia é contratar um profissional freelancer para auxiliar neste processo.

 

2. Desenvolva conteúdos de valor

Uma das táticas mais utilizadas para quem quer atrair novos clientes é o marketing de conteúdo. Ou seja, a estratégia de criar conteúdos de valor para os usuários sentirem confiança na sua marca e logo, converterem em clientes.

É importante que o seu site tenha um espaço para blog, assim você conseguirá explorar diversos conteúdos informativos para o seu público-alvo.

Para começar, faça uma pesquisa de palavras-chaves (termos que as pessoas usam para fazer buscas no Google) através de ferramentas como Google Keyword Planner e Ubersuggest.

Outra sugestão é investigar o que seus concorrentes estão escrevendo e fazer artigos ainda melhores. Para começar a escalar sua estratégia de conteúdo, foque em palavras-chaves de cauda longa (assuntos mais específicos) e crie conteúdos em torno dessas palavras-chaves.

As palavras-chaves, obrigatoriamente, devem estar presentes no título, na meta descrição, no primeiro parágrafo, no primeiro subtítulo e ao longo do texto de forma natural.

 

3. Otimize seu site para os mecanismos de pesquisa

O SEO é uma das coisas mais importantes para uma loja virtual conseguir visibilidade orgânica e frequentemente ignorada por donos de e-commerce. Um site não otimizado dificilmente aparecerá nas primeiras posições do Google.

Por isso, aqui vai algumas dicas de SEO para lojas virtuais:

  • Pesquise palavras-chaves específicas do seu nicho para a página inicial e de produtos para as páginas de produtos;
  • Crie boas URLs (contendo somente a palavra-chave) e meta-descrições;
  • Pense sempre no usuário: você quer entrar em um site e ver informações confusas e visualmente feias? Ninguém quer;
  • Seu site deve ser obrigatoriamente responsivo para dispositivos móveis. Caso contrário, o próprio Google não irá dar relevância.

Dica importante: para entender se seu site é otimizado e possui um bom carregamento, faça o teste gratuito no Think With Google. Se o resultado for negativo, é hora de repensar sua loja. Criamos um guia definitivo de marketing digital para quem vende online e lá explicamos tudo isso mais a fundo!

 

4. Anúncios PPC no Google

Se deseja começar a investir em anúncios, uma boa ideia é fazer o anúncio PPC (pague por clique) do Google. Se feito da forma correta, é possível ter ótimos resultados em pouco tempo.

Algumas das vantagens deste formato são:

  • Você paga somente por clique. Ou seja, só quando o usuário vê e efetivamente toma a ação de clicar no anúncio;
  • No Google, os anúncios PPC aparecem acima dos resultados orgânicos. Ou seja, é a primeira coisa que o usuário vê;
  • Os anúncios começam a rodar imediatamente após o lançamento da campanha;
  • São extremamente direcionados, já que você compra palavras-chaves específicas e faz anúncios voltados para o desejo do usuário.

Além disso, você pode segmentar o público da campanha com base em dados demográficos, como idade e localização, e também definir um orçamento diário para rodar a campanha todos os dias.

BÔNUS: Gravamos uma super aula para te ensinar a anunciar no Facebook e no Instagram ADS! Montamos uma campanha do zero para te mostrar todos os passos e demos várias dicas imperdíveis para qualquer lojista, aperte o play:

 

5. Esteja presente nas redes sociais

Milhares de pessoas estão nas redes sociais e com certeza seus futuros clientes também. Hoje, não faz sentido ignorar as redes e não apostar em uma estratégia de marketing para elas.

Para lojas virtuais, as principais redes sociais são Facebook, Instagram, Pinterest e Youtube. Aproveito para te convidar a assistir o vídeo que gravamos ensinando a integrar a sua loja virtual com a sacolinha do Instagram (Instagram Shopping) - um importante recurso para quem vende online. Dá uma olhada:

E por falar em redes sociais, uma que está crescendo muito no Brasil e tem apresentado resultados interessantes para lojistas é o TikTok.

Para construir sua presença nas redes sociais, aposte em:

  • Publique conteúdos originais e de valor, apostando em hashtags e recursos nativos das plataformas, como vídeos;
  • Aproveite as mensagens diretas para se conectar com os seguidores e mandar ofertas exclusivas;
  • Crie vários conteúdos pequenos de interação. Isso ajudará a se conectar com o público;
  • Aproveite as ferramentas de insights para ir estudando e entendendo o público.

Para começar, uma ótima aposta é focar no Instagram. Veja nossas dicas para vender pela rede social!

 

6. Mostre depoimentos dos clientes

Tanto para as redes sociais quanto para seu site, é essencial mostrar depoimentos de clientes como prova social para construir a credibilidade da sua loja.

Incluir outros clientes que confiaram em você cria uma percepção favorável sobre sua marca e ajuda a superar hesitações de quem quer comprar, mas está em dúvida.

Clientes satisfeitos são tão importantes quanto uma oferta matadora ou uma promoção imperdível. Eles podem aparecer nas páginas dos produtos nas seções de comentários, em posts nas redes sociais e até mesmo na página inicial do seu site.

 

7. Crie senso de urgência

Quem não se lembra das publicidades da TV que reforçam o “promoção válida só hoje!”. O senso de urgência é adotado por lojas desde sempre e por um simples motivo: porque funciona.

Muitos consumidores respondem de maneira positiva por incentivos que criam senso de urgência, desde ofertas especiais a produtos de edição limitada. Experimente colocar um cupom de desconto promocional ou um cronômetro de uma oferta exclusiva.

Com certeza ajudará e muito a aumentar as vendas da sua loja. Não só na sua loja: stories com cronômetro também funcionam. Caso faça anúncios no Google Ads, existe a possibilidade de exibir uma contagem regressiva.

Ou seja, independente do lugar, é uma estratégia e tanto para colocar em prática.

 

8. Crie páginas de produtos completas

Se o usuário chega à página do produto, mas não coloca no carrinho e nem clica no botão de compra, é hora de rever as páginas e ver pontos de melhoria.

Uma boa página de produto deve conter:

  • Informações completas sobre o produto;
  • Tamanhos disponíveis;
  • Cores disponíveis;
  • Um CTA (chamada para ação) atraente;
  • Comentários sobre o produto;
  • Preço;
  • Imagens atraentes;
  • Opções de pagamento e cálculo do frete.

Se algum item da lista está faltando, é capaz de muitas vendas ficarem pelo caminho.

Confere Shop loja online grátis

 

9. Foque no valor do produto

Porém, quando falamos de valores, não estamos falando do custo monetário do produto. E sim, como o produto vale a pena para o cliente.

Em vez de falar do seu negócio e por que sua loja é a melhor, concentre-se em falar sobre como o produto pode facilitar a vida para a pessoa, para o que ele serve, como utilizá-lo da melhor forma, etc.

Foque em propostas de valor. Tanto na descrição do produto quanto na divulgação. Lembre-se: na grande maioria das vezes, as pessoas compram por desejo ou necessidade.

 

10. Use imagens de qualidade

Complementando as dicas anteriores, é essencial que os produtos da sua loja sejam de boa qualidade. E não utilize só as imagens que os fornecedores oferecem, faça um pequeno ensaio fotográfico do produto para mostrá-lo de diversas maneiras.

Por exemplo, se você possui uma loja virtual de roupas, mostre o produto em diversos modelos de corpos para mostrar os tamanhos, variando as cores.

Seus clientes precisam sentir como se estivessem numa vitrine. Assim, será muito mais fácil conduzi-los a comprar.

 

11. Ofereça diversas opções de pagamento

Nunca existiu tantas opções de pagamento quanto hoje. Sua loja deve aproveitá-las para não perder nenhuma oportunidade de venda.

Além dos mais tradicionais, como boleto e cartão de crédito, se possível ofereça também PIX, depósito em conta, cartão de débito, Google Play, Apple Pay, etc.

Ao incluir novas opções de pagamento, inclusive as mais recentes como PIX, estará tornando muito mais fácil para seus clientes.

 

12. Ofereça garantias

Muitas vezes, um dos fatores que levam pessoas a não comprarem algo é a aversão ao risco ou medo de perder dinheiro.

Nessa hora, é importante se colocar no lugar do cliente e entender suas objeções: e se o produto realmente não funcionar ou o cliente não gostar dele?

Mesmo pequenas compras podem causar arrependimento. Por isso, você precisa trabalhar ao máximo para reduzir inseguranças e deixar o cliente seguro sobre a compra que irá fazer.

Ofereça garantias como “sua satisfação garantida ou seu dinheiro de volta”. Sim, algumas pessoas realmente podem pedir reembolso, mas será uma pequena porcentagem e vale a pena para garantir a segurança de outros clientes.

 

13. Ofereça upsell dos produtos

Finalmente conseguiu o visitante até o carrinho, que tal oferecer opções de produtos complementares para aumentar o valor do pedido? O upsell ou venda cruzada é uma estratégia bastante utilizada para gerar mais vendas.

É bastante utilizado por empresas tradicionais. Um exemplo bem conhecido são os supermercados online, que sempre colocam sugestões de produtos já no carrinho para serem adicionados.

Voltando ao exemplo da loja de roupa, já que o cliente está levando uma camisa, que tal oferecer opções de calças e sapatos que combinem? É uma ótima forma de mostrar mais produtos e vender mais para a mesma pessoa.

 

14. Não ignore campanhas de e-mail

As campanhas de e-mail devem ser feitas tanto para quem ainda não comprou e se cadastrou via algum formulário, quanto para clientes.

É uma ótima forma de gerar mais vendas e apresentar ofertas exclusivas. 

Aproveite para fazer e-mails de boas vindas com mais ofertas (olha o upsell aí de novo!), envie newsletters com novidades da loja, compartilhe os conteúdos relevantes, faça campanhas em datas comemorativas, solicite feedbacks e comentários… A lista é quase infinita!

Ou seja, o e-mail serve para mil e uma coisas. Logo, não pode de forma alguma ser ignorado.

 

15. Tenha um ótimo atendimento pós venda

Vários especialistas concordam que é muito mais barato investir na fidelização de clientes do que atrair novos. Afinal, quem já comprou na sua loja tem grandes chances de retornar a fazer uma compra novamente.

Então, se o cliente fez uma compra, por menor que seja, nada de esquecê-lo. Aposte em um atendimento pós-venda personalizado, perguntando sobre a experiência, se gostou do pedido, o que pode ser melhorado, etc.

Para facilitar este trabalho, adote as respostas rápidas para fazer um atendimento ágil e gerar conversas mais fáceis.

Quer aprender a importância do pós venda e respostas rápidas para sua loja? Confira nosso artigo completo sobre o assunto!

New call-to-action

Este texto foi escrito por Luiza Cristina Sousa.