A importância do cartão de visitas para um contador

Por Miriam Barros

Grande parte dos contadores conseguem novos clientes a partir de indicações de pessoas que já foram beneficiadas com os seus serviços.

Mas nenhum contador sobrevive apenas de indicações. É necessário investir em formas de apresentar-se para o mundo, seja através de presença digital ou algo concreto e palpável, como o bom e velho cartão de visitas.

É necessário compreender a importância desse recurso, visto que em grande parte das vezes, quando o contador se apresenta em encontros de negócios, ele busca prospectar novos clientes. Nessa hora, é importante lembrar da máxima "a primeira impressão é a que fica".

Por isso, devemos nos atentar a pequenos detalhes que, na hora, fazem toda a diferença: qualidade de papel, impressão, arte, tudo isso conta para que o cartão de visitas do contador se destaque entre os demais. 

Com o advento da tecnologia, a presença digital se torna cada vez mais importante para diversos profissionais de diferentes segmentos. Isso faz com que muitas pessoas subestimem o poder da presença física e, consequentemente, de artifícios físicos, como é o caso do cartão de visitas. Porém, se você parar para pensar no investimento e no que isso pode trazer de positivo para a sua carteira de clientes, certamente investir em um cartão de visitas torna-se algo benéfico. Afinal, o dia a dia do contador pode envolver muitas relações cara a cara, com clientes, fornecedores e parceiros.

Fluxo de Caixa Contador

Por que criar um cartão de visitas?

Investir em um cartão de visitas pode reforçar muitos pontos que você deseja passar para seus possíveis futuros clientes.

Um cartão de visita sofisticado, que possui pontos de contato que levem até você ou ao seu escritório e que tragam a sua marca, possuem potência de criar uma boa memória para quem olha pela primeira vez.

Lembre-se que se você estiver participando de uma primeira reunião de negócios, você DEVE entregar o seu cartão para os interessados. Assim, mesmo que eles percam o seu contato, ele sempre estará facilmente acessível.

Lembre-se que ele vai ser muito útil quando você estiver participando de eventos com um grande número de pessoas. É difícil, nessas horas, parar tudo para cadastrar um contato novo no celular e você não quer causar nenhum desconforto. Por isso, o cartão de visitas é prático para esses momentos e você pode conseguir prospectar muitas pessoas em um só dia.

Ter o cartão em mãos também permite que você apresente o seu trabalho em momentos inesperados. Às vezes você pode identificar a necessidade de algum possível cliente fora de ambiente de trabalho, reuniões de negócios. Se esse for o caso, não vai ser invasivo entregar o cartão e deixar que a pessoa tome sua decisão de iniciar um contato posterior.


Planilhas

Como criar o cartão de visitas: o que precisa ter nele?

É importante lembrar dos dados que não podem faltar de jeito nenhum no seu cartão. Qualquer falha pode fazer com que você precise reimprimir uma leva grande de cartões e ninguém quer isso (acredite, já aconteceu comigo! Não recomendo).

Primeiramente, se você possui um escritório de contabilidade que seja especializado em serviços voltados para uma área de atuação específica, é interessante trazer uma representação de imagem que simbolize essa área. Caso isso torne o seu cartão visualmente poluído, você pode simplesmente inserir apenas o seu logotipo no cartão. É importante existir uma imagem que seja associada à sua marca.

Dependendo do seu público e do valor que você pode investir no cartão, às vezes é interessante considerar um acabamento mais sofisticado para ele.

Se o seu escritório for mais modesto e atender públicos diversos para auxiliar no dia a dia de empresas, seu cartão pode não ser tão sofisticado, desde que traga as informações necessárias: seu nome, e-mail, logotipo, cargo, telefone, endereço físico, redes sociais, site (caso possua).

 

Alguns pontos importantes para se ater:

- O tamanho do cartão de visita mede, normalmente, 9 x 5 cm. Ainda assim, existem outros formatos que possuem aderência no mercado, como por exemplo, cartões quadrados. O importante é não fazer um cartão muito grande, pois fica mais difícil das pessoas guardarem consigo.

- As fontes utilizadas na escrita do seu cartão podem dizer muito sobre você e seu trabalho. Por isso, se você possui um tipo de público mais refinado, letras sem serifa e finas podem traduzir sofisticação e elegância. Já letras mais grossas (em negrito) podem trazer a ideia de consistência e solidez. É importante pesquisar como as tipografias podem transformar a mensagem que você deseja passar e quais são as mais apropriadas para certos tipos de públicos.

- Antes de falar sobre as sensações que algumas cores transmitem, gostaria de te indicar uma pesquisa: teoria das cores! A teoria das cores vai te ajudar a compreender quais cores funcionam melhores juntas a partir de contrastes que facilitam a leitura e transformam a sua arte em uma composição mais harmônica.

Algumas cores transmitem sensações únicas, como por exemplo: o preto pode representar sofisticação e luxo. Vermelho, paixão, urgência, excitação. Verde pode representar aspectos da natureza, crescimento. Branco reflete pureza, luz. Roxo, criatividade, artes, nobreza. Laranja, calor, apetite.

New call-to-action

 

São diversos aspectos a serem levados em consideração na hora de criar o seu cartão. Afinal, você vai imprimir vários de uma só vez, então precisam estar de acordo com o que você esperava.

Muitos contadores não possuem habilidade de criar artes digitais e, por isso, é bom lembrar que vale a pena investir uma quantia em um profissional dedicado para criar a sua. Algumas gráficas costumam prestar esse serviço internamente e você já consegue resolver duas questões de uma só vez.

O importante é você ter consciência de como esse recurso pode te ajudar a prospectar ainda mais clientes! Pense em criar uma presença marcante através do seu cartão e busque ver os que estão sendo entregues pelos profissionais da sua área. O importante é se destacar!