Comércio eletrônico: vantagens e desvantagens

Por Miriam Barros

Muita gente enxerga o comércio digital como uma oportunidade de ganhar uma renda extra e conquistar a tão sonhada flexibilidade na jornada de trabalho.

Sem dúvidas, esse padrão de vendas é um ótimo meio para alcançar esses aspectos, mas, para isso, é preciso analisar algumas variáveis. 

No estímulo de colocar os planos em prática, muitos empreendedores digitais deixam de colocar na balança as vantagens e desvantagens que esse comércio pode proporcionar.

Com isso, começam a vender sem nenhum planejamento e cometem erros que poderiam ser evitados. 

Então, se você tem vontade de empreender no mundo digital, continue lendo este texto. Aqui, vamos falar um pouco sobre os pontos que devem ser avaliados. Boa leitura!

Fluxo de Caixa Confere

Quais são as vantagens de desvantagens do comércio eletrônico? 

Antes de colocar as suas estratégias de venda em prática, é fundamental entender o nicho de mercado que está explorando e observar a configuração do mundo digital. 

Na maioria das vezes, os empreendedores acreditam que a determinada área oferece boas oportunidades de negócio.

Mas, na verdade, esse setor já apresenta uma concorrência acirrada e que não abre espaço para outras marcas. 

Nesse sentido, é fundamental realizar uma análise mais complexa dos segmentos de interesse, para identificar se eles guardam boas oportunidades de negócio para os empreendedores que apostam em inovação. 

Entretanto, tudo isso pode ser feito prestando um pouco mais de atenção nos pontos fracos e fortes das vendas online.

Por isso, separamos as vantagens e desvantagens do comércio eletrônico. Veja!

 

Vantagens 

Provavelmente você já deve ter ouvido sobre as vantagens do comércio eletrônico, não é mesmo? Mesmo assim, ainda vale ressaltar os pontos positivos. 

O primeiro ponto é a possibilidade de atender uma área geográfica muito grande.

Imagine uma loja física de placas de sinalização localizada em um bairro conhecido da cidade. 

Seus clientes serão os moradores do próprio bairro e, talvez, pessoas de regiões próximas que já ouviram falar sobre a qualidade dos seus materiais.

Contudo, no comércio digital, essa mesma loja pode atender às demandas do país e, quem sabe, outros continentes. 

Outro aspecto positivo desse modelo de venda é em relação aos custos fixos.

Para permanecer ativa, uma loja física de tela de proteção, por exemplo, precisa contratar funcionários e custear o aluguel. 

No entanto, se trabalhasse na internet, poderia oferecer um serviço de qualidade sem a necessidade de alugar uma sala comercial. 

E, com esses cenários, esse baixo custo reflete nos preços ofertados pelo comércio eletrônico, que, na maioria das vezes, são bem menores do que as lojas físicas.

Dessa forma, podemos citar todas as vantagens que esse tipo de negócio pode proporcionar: 

 

  • Redução de custos; 
  • Direcionamento das ações por todo país;
  • Amplo horário de funcionamento (24 horas por dia);
  • Comodidade;
  • Preços competitivos. 

Vender no iFood

 

Desvantagens 

Não podemos negar que as lojas virtuais proporcionam maior comodidade ao consumidor. No entanto, a principal desvantagem do comércio eletrônico é justamente essa: a falta de contato do cliente com o produto. 

Ao fazer compras pela internet, o consumidor não consegue usar nada além da visão.

Ou seja, não pode tocar, sentir ou experimentar o produto que deseja comprar. E, geralmente, as lojas de roupas são as que mais sofrem com isso. 

Afinal, se o cliente precisa comprar um molde de injeção plástica, por exemplo, ele não precisa experimentar ou tocar no produto.

Basta a marca incluir descrições mais detalhadas para que o consumidor consiga visualizar o produto. 

Por isso, trabalhe com fotografias de qualidade e vídeos apresentando todos os ângulos dos produtos. Essa é uma ótima maneira de sanar possíveis dúvidas dos consumidores.

Além disso, é interessante adotar chats de atendimento online para fornecer soluções relevantes. 

Outro ponto que vale citar é a concorrência no comércio eletrônico, uma vez que uma loja de São Paulo concorre com outra do Rio de Janeiro.

Por isso, é fundamental analisar o nicho de mercado e buscar opções não tão competitivas. Fique atento aos seguintes pontos: 

 

  • Concorrência;
  • Não poder tocar ou experimentar o produto;
  • Não há contato direto com o vendedor;
  • Entrega mais demorada. 

Esteja atento!

Por fim, é necessário que, os empreendedores que desejam investir no comércio eletrônico estejam atentos aos obstáculos que podem surgir com a internet. 

Dessa forma, é fundamental analisar os problemas que podem atingir os seus negócios na internet, em especial os de compra e venda. 

Nova call to action

Esse‌ ‌artigo‌ ‌foi‌ ‌escrito‌ ‌por‌ ‌Beatriz‌ ‌Barros,‌ ‌Criadora‌ ‌de‌ ‌Conteúdo‌ ‌do‌ ‌‌Soluções‌ ‌Industriais‌.‌