Como criar um site de vendas: guia passo a passo

Por Miriam Barros

Seja como empreendedor ou como consumidor, durante a pandemia de Covid-19, pudemos acompanhar de perto a ascensão do e-commerce, que motivou muitos empreendedores – inclusive do varejo tradicional – a criar um site de vendas para o seu negócio. 

Uma pesquisa do IDC mostrou, por exemplo, que 88% dos brasileiros compraram online desde o início da pandemia.

Como uma saída prática, os consumidores passaram a contar com as lojas online para evitar aglomerações e receber os produtos direto em suas casas.

E se você ainda não tem a sua loja virtual e está pensando em como começar, veio ao lugar certo. 

Neste post, traremos dicas de como criar um e-commerce e, mais do que isso, mostraremos os passos para deixá-lo otimizado para você aumentar suas vendas.

Muitos empreendedores acham que montar um site de vendas pode ser um bicho de sete cabeças. Porém, é muito mais simples do que você imagina!

Loja online gratuita Confere Shop

O crescimento do e-commerce no Brasil 

Em 2018, antes da pandemia, a tendência de crescimento do e-commerce no Brasil já apresentava dados relevantes. 

Segundo o portal E-commerce Brasil, por exemplo, as vendas online faturaram R$ 53,2 bilhões só naquele ano.

O contexto atual acelerou esse processo. Uma pesquisa recente mostra, por exemplo, que o Brasil já ocupa o 6º lugar no crescimento das vendas online.

Temos inclusive uma migração para o e-commerce e os próprios consumidores esperam que os comerciantes ofereçam mais canais de vendas, incluindo desde um site, até:

A facilidade de comprar de casa, sem precisar enfrentar trânsito, filas e aglomerações, também são fatores que favorecem essa tendência.

Sendo assim, não espere que seu negócio se torne obsoleto, confira nossas dicas e crie um site para investir em uma estratégia multicanal de vendas.

Como funciona um e-commerce?

Antes de aprender a criar um site de vendas, é importante entender como funciona um e-commerce

Para o consumidor, o processo é bem simples: 

  • Através de seu dispositivo ele acessa o site de seu interesse, visualiza e escolhe os produtos; 
  • Depois, o pagamento é realizado virtualmente através de cartões, boletos ou PIX;
  • Após essa etapa, é definida a entrega e o frete
  • Por fim, o consumidor aguarda o recebimento logístico.

Já para o lojista, o processo de gestão de um site de venda conta com muito mais detalhes. 

São diversas as etapas para o bom funcionamento de um e-commerce, as quais incluem: 

  • A seleção de boas fotos dos produtos;
  • O contato e definição de bons fornecedores; 
  • A gestão operacional; 
  • Gestão da logística das entregas; 
  • Planejamento de marketing
  • A escolha da plataforma de loja virtual, dentre outra série de pontos que exigem atenção.

A boa notícia é que hoje, já é possível contar com diferentes soluções e ferramentas gratuitas que, além de otimizar a gestão de um e-commerce, podem reduzir os custos de investimento iniciais.

Planilha gratuita precificação de produtos

 7 passos para criar um site de vendas 

Agora que você já sabe os principais pontos sobre o funcionamento de um site de vendas, veja algumas etapas para criar a loja virtual de sua empresa!

 

#1. Planejamento

O planejamento é a peça essencial para a criação de um site de vendas. 

Isso porque você precisa ter em mente todas as informações necessárias antes de colocar o e-commerce no ar.

Para tanto, o ideal é contar com um plano de negócios que lhe ajude a definir:

  • Qual o enquadramento tributário de sua loja (caso ainda esteja começando, o recomendado é criar um MEI, que simplificará os impostos da empresa); 
  • A variedade de produtos de seu site de vendas; 
  • O público-alvo; 
  • As primeiras estratégias de marketing;
  • Os objetivos de curto, médio e longo prazo do negócio.

 

#2. Escolha uma plataforma de loja virtual 

Existem muitas plataformas de hospedagem para e-commerce e você precisará escolher aquela que oferece as funcionalidades que você precisa, como por exemplo: 

Nessa etapa, considere também se pretende investir em um domínio próprio ou integrar seus produtos em um marketplace.

No geral, para ter sucesso no e-commerce, o recomendado é investir em uma estratégia multicanal e otimizar os custos para ter mais retorno financeiro.

Com a Confere SHOP, por exemplo, você tem acesso a todas funcionalidades que citamos acima e melhor: sem que você precise pagar nada por isso.

Além disso, será possível:

  • Você poderá fazer a distribuição de seus produtos nos principais canais logísticos do país;
  • Configurar uma loja com usabilidade e identidade visual atrativas;
  • Contar com os principais meios de pagamento do e-commerce;
  • Divulgar seus canais de contato nas redes sociais e ter integração para vendas no Instagram e Facebook;
  • Criar catálogos online para fazer vendas pelo WhatsApp;
  • Dispor de ferramentas de gestão financeira, fluxo de caixa e conciliações bancárias.
  • Isso sem falar que, com a Confere, você abre sua loja em apenas 3 minutos!

 

#3. Crie um nome para sua loja online

O segundo passo depois de decidir onde você hospeda sua loja é criar o nome da sua loja.

Lembre-se de escolher um nome que seja acessível ao seu público, criativo e que combine com a mensagem que você deseja transmitir para o mercado.

 

#4. Defina o que irá vender em sua loja 

Como vimos, com o aumento da abertura de negócios online, o mercado digital tem se mantido cada vez mais aquecido.

Segundo o Sebrae, o varejo online conta com mais de 50 nichos que podem ser explorados. Com tantas opções, uma dúvida muito frequente é “o que vender pela internet?”

Se você também se pergunta, vale a pena conferir algumas tendências de produtos/serviços que costumam conquistar os consumidores.

  • Equipamentos eletrônicos; 
  • Moda e vestuário;
  • Cursos online;
  • Itens de decoração e artesanato;
  • Produtos esportivos. 

Caso você já tenha o segmento definido em seu planejamento, avalie também como anda o desempenho do mercado e da concorrência. 

Estudar a estratégia de empresas já consolidadas no mercado pode ser útil, inclusive, para que você possa identificar o diferencial de sua loja.

Quer mais dicas para saber o que vender na internet? Veja esse post que preparamos para você.

 

#5. Escolha os métodos de pagamento

Ao criar seu e-commerce, escolha os meios de pagamento que serão aceitos no negócio. Isso contribuirá para a saúde financeira de sua loja virtual.

O sistema de cobrança precisa ser seguro, prático e transparente, uma vez que lida com os dados dos compradores.

Com a Confere, por exemplo, todos os lojistas dispõe dos principais meios de pagamento do mercado online, incluindo:

  • Integração com Infinite Play para recebimento dos principais cartões;
  • PIX;
  • Boleto.

 

#6. Planeje a logística de entrega

A logística de entrega do seu e-commerce também precisa ser bem pensada. 

Afinal de contas, o prazo de entrega e o preço do frete podem ser obstáculos para uma venda e gerar carrinhos abandonados.

Você precisa ter boas opções de transporte e parceria com transportadoras para garantir uma entrega de qualidade. 

Na Confere, além das entregas tradicionais pelos Correios, você poderá fazer entregas via:

  • Motoboy;
  • Transportadoras;
  • E até mesmo retiradas em loja.

Contamos também com parceira com a Melhor Envio, que otimiza todo o processo de comparação de preços e prazos em uma única plataforma.

 

#7. Tenha um bom controle de estoque

Uma vez que sua loja foi hospedada, você já poderá dar o start no seu negócio.

Mas criar seu site de vendas não será seu maior desafio: o principal ponto é mantê-lo rentável e com uma gestão de excelência.

Nesse sentido, um ponto crítico é o controle de estoque. 

Você precisará planejar a armazenagem dos seus produtos para que não ocorram problemas de falta de itens que possam comprometer a experiência de seus clientes.

Além da falta, o excesso também merece atenção. É importante ter esse controle para evitar que produtos fiquem parados no seu estoque.

Para isso, estude bem o mercado e os indicadores do e-commerce periodicamente. Assim, você conseguirá se planejar e obter dados para tomar decisões estratégicas.

Nova call to action

Bônus: 3 dicas para impulsionar suas vendas no e-commerce 

Agora que você já sabe os principais pontos para criar e gerenciar o seu site de vendas, confira três dicas finais para impulsionar suas vendas no e-commerce!

 

#1. Invista em uma estratégia multicanal 

Como vimos, um posicionamento multicanal pode ser determinante para aumentar suas vendas e atrair novos leads.

Levando em conta a realidade de um negócio online, estes canais comerciais e de marketing incluem, dentre outros exemplos:

  • Sua loja virtual, site e blog;
  • A comunicação nas redes sociais da marca;
  • Marketplaces;
  • Canais de mensageria (WhatsApp, Telegram etc.);
  • Bases de contato para e-mails marketing;
  • Anúncios, banners e presença em sites parceiros;
  • SMS;
  • Ads e links patrocinados;
  • Anúncios em outras mídias (impressa, audiovisual);
  • Aplicativo da empresa.

Para negócios que contam com unidades físicas, também é fundamental que as campanhas e a comunicação com o público sejam feitas de modo integrado entre o presencial e o online.

 

#2. Reforce seu posicionamento de marketing digital 

Não basta seu site de vendas existir, ele precisa ser conhecido e encontrado pelo público.

Para tanto, uma boa estratégia de marketing digital pode ser o diferencial para o seu e-commerce chegar mais longe e conquistar mais vendas. 

Considere, nesse sentido, ações como:

  • Segmentação de clientes para atendimento personalizado via e-mail;
  • Obtenção de dados sobre consumidores por meio de formulários preenchidos pelos leads para o recebimento de material gratuito;
  • Criação de um blog para o seu site de vendas;
  • Fidelização de clientes através de cupons de desconto e promoções especiais;
  • Investimento em anúncios de mídia paga nas redes sociais ou no Google.

 

#3. Trabalhe a experiência do cliente 

Um bom atendimento e estratégias de pós-venda são fundamentais para mais vendas e para aumentar a confiança dos clientes em seu e-commerce.

Invista em canais em que seus clientes possam solicitar reembolsos, trocas ou emitir feedbacks. 

Isso não só reforçará seu compromisso com o cliente, como evitará notificações em sites como o Reclame Aqui ou até mesmo no PROCON.

Recapitulando 

Vimos que desenhar um planejamento, investir em uma boa identidade visual, apostar em estratégias em diferentes canais e otimizar a experiência do cliente são alguns dos principais pontos que você deve ter em mente na hora de criar um site de vendas.

Além disso, com o suporte de uma plataforma de loja online eficiente, você estará pronto para colocar as mãos na massa. 

Não se esqueça de acompanhar de perto os resultados do seu e-commerce e dar atenção ao feedback de seus consumidores!

Em outras palavras: evite erros que podem comprometer o futuro do seu negócio. 

Para tanto, uma boa dica é investir em cursos gratuitos de e-commerce para que você possa se aprimorar sobre os desafios desse mercado em crescimento.

Seguindo todos esses passos, temos certeza que seu site de vendas irá decolar, levando seus resultados para outro nível!

Confere Shop loja online grátis

Este texto foi escrito por João Barros.