Como divulgar sua loja virtual no Google? 5 dicas

Por Miriam Barros

Atualmente tudo pode ser encontrado por uma busca no Google. Ao menos, esse é o esperado e não é diferente quando se fala em lojas.

Em verdade, a existência da sua loja no ambiente virtual e a possibilidade de encontrar informações básicas sobre ela no Google, são fatores importantíssimos para a credibilidade do seu negócio, a confiabilidade do seu cliente e para o fechamento de mais vendas.

Há uma frase muito comum hoje em dia que diz “se não está no Google, não existe” e ela dá muito o tom da importância de ser possível encontrar o seu negócio em apenas uma busca rápida.

Por isso, veja como divulgar sua loja virtual no Google!

Nova call to action

Como divulgar sua loja virtual no Google?

São diversas as formas de divulgar sua loja virtual no Google e o texto de hoje é justamente sobre como você pode fazer isso em 5 dicas sobre quais as ferramentas que auxiliam nesse posicionamento online: Google Meu Negócio; Google Shopping; Google Ads; Youtube e SEO e otimização do seu site.

Vamos para a primeira?

 

1. Google Meu Negócio

O Google Meu Negócio é uma ferramenta gratuita que facilita que sua loja virtual seja encontrada no Google, disponibilizando informações como o contato, a localização, o horário de funcionamento, os serviços e posicionando-a no Google Maps. 

Realizado o cadastro no Google Meu Negócio, seus potenciais clientes têm acesso instantaneamente e em tempo real às informações que necessitam sobre sua loja, o que facilita – e muito – suas vendas e a divulgação. 

A ferramenta te apresenta insights sobre as buscas realizadas com informações sobre como os clientes pesquisaram sua empresa e a localização dessas pessoas e te ajuda a interagir – uma vez que é possível postar fotos e responder a comentários dos visitantes.

Além disso, por ser uma ferramenta do próprio Google, a credibilidade para cadastrar e destacar sua empresa no Google é inquestionável. 

E como cadastrar sua loja virtual no Google Meu Negócio? É o que explicaremos abaixo.

 

Como criar sua conta no Google Meu Negócio?

Para criar sua conta são 6 passos simples: 

  • 1. Acesse a página da Google Meu Negócio e clique em Gerenciar Agora.
  • 2. Depois, preencha o formulário que será apresentado, primeiro com o nome e depois com as informações da sua empresa (endereço, categoria e afins).
  • 3. Em seguida, você precisará confirmar as informações da sua empresa que aparecerão na tela conforme o que você cadastrou anteriormente. É importante conferir se saiu tudo corretamente. Na mesma página, você precisará confirmar que é autorizado a gerenciar sua loja virtual e que aceita os termos de serviço. 
  • 4. Você precisará inserir seu número de celular para o Google realizar uma verificação.
  • 5. Após, digitar o código que receberá em seu telefone. 
  • 6. Pronto. Sua empresa está cadastrada. Por último, você precisará fazer uma segunda verificação para confirmar seu endereço.  

O Google enviará uma carta contendo um link e um código. Nessa carta estarão os próximos passos para confirmar o local em sua conta no Google Meu Negócio.

Se você ainda não possui uma loja virtual, saiba que na Confere você pode criar uma loja online totalmente gratuita, sem pegadinhas! 

 

2. Google Shopping

O Google Shopping é outra ferramenta do próprio Google e funciona como uma galeria de preços para o usuário. 

Uma vez que sua loja esteja cadastrada, uma pessoa que buscar um produto que seja vendido por você visualiza uma galeria de produtos e seus respectivos preços e dentre eles, estará o seu.

É uma forma rápida e prática de consultar valores e que facilita a venda, uma vez que clicando no produto o usuário é direcionado para a loja.

O mais interessante, é que a galeria do Google Shopping aparece bem no início dos resultados de busca, no topo da lista de links direcionados pelo Google. E mais importante: é o principal canal de conversão para qualquer pessoa que anuncia produtos na plataforma do Google.

Funciona diferente de um anúncio com palavras-chave, que falaremos mais a frente. 

O Google Shopping funciona através de listas de produtos e as informações sobre os produtos vêm de um feed de dados enviado ao Google. Vamos entender como funciona e como cadastrar seus produtos?

 

Como cadastrar produtos no Google Shopping?

Para incluir os produtos da sua loja virtual no Google Shopping, você precisa se cadastrar no Google Merchant Center e enviar o seu feed de produtos.

Esse feed deve ser enviado no formato API ou XML, o formato padrão de notas fiscais eletrônicas, mas com algumas especificações requeridas pelo próprio Google. 

Todas as explicações sobre como deve ser esse feed, você encontra na página de suporte do Google Merchant Center.

Em resumo, as etapas para cadastrar seus produtos são:

  • 1. Acessar o Merchant Center e inserir suas informações comerciais como nome e endereço comercial;
  • 2. Escolher como os clientes poderão finalizar a compra: se será pelo seu site, pelo próprio google ou na sua loja local;
  • 3. Integrar a conta às plataformas de terceiros utilizadas pela sua loja;
  • 4. Escolher sua preferência de e-mail, ler e aceitar os Termos de Serviço;
  • 5. Adicionar seu feed de produtos. 

3. Google Ads

Se você quer vender pela internet provavelmente já sabe: precisará investir em anúncios pagos.

O Google Ads é a plataforma de anúncios do Google e através dele você cria campanhas de anúncios para o próprio Google, para sites e para o YouTube.

Sabe quando você pesquisa no google e alguns resultados aparecem em destaque como anunciados? Ou quando você entra em um site e é impactado por um banner de anúncios? É isso que você pode fazer para a sua loja virtual pelo Google Ads.

O que interessa dessa plataforma é que mais do que apenas divulgar sua loja ou seus produtos para mais pessoas, o Google direciona seu anúncio para pessoas qualificadas, através da captação de dados sobre preferências de busca.

Assim, se sua loja vende produtos para pets e você subir suas campanhas de anúncios no google da maneira correta, seu anúncio vai alcançar quem busca por produtos pets. Nada mal, certo?

Seria uma maravilha se fosse só pagar e colher resultados, né? Mas não funciona bem assim.

Funciona quase como um leilão e nem sempre a melhor oferta de dinheiro ganha mais cliques. Depende de uma série de fatores para que seu anúncio tenha uma performance melhor.

 

Formatos de anúncios do Google Ads

São quatro os formatos de anúncios no Google Ads: anúncios na rede de pesquisa; anúncios na rede de display; anúncios no Youtube e anúncios de aplicativos.

Os anúncios na rede de pesquisa são aqueles exibidos após a busca por uma palavra-chave. 

Eles aparecem em geral dentre os primeiros resultados após a busca e identificados como “Anúncio”. São úteis para quem busca por produtos/serviços específicos e é pago conforme os cliques, ou seja, você só irá pagar se alguém clicar no seu anúncio.

Por sua vez, os anúncios na rede de display são os anúncios em formatos como banners ou textos que aparecem durante a navegação do usuário por sites e redes sociais. São especialmente interessantes para remarketing.

Já os anúncios no YouTube impactam os usuários antes ou durante os vídeos assistidos. Provavelmente você sabe que tipo de anúncio é esse, né? Já deve ter pulado alguns anúncios, mas a boa notícia é que você só paga se alguém de fato clicar e interagir.

Por fim, os anúncios de aplicativos são focados para quem tem um app e quer aumentar o alcance através do Google.

 

Como criar anúncios na plataforma

Para começar a criar anúncios, acesse a conta da Google Ads e clique em “começar agora”. Depois, você irá vincular seu e-mail à conta de anúncios e seu site. Em seguida, você irá preencher alguns dados e ajustar sua primeira campanha teste.

Após esse passo, você poderá escolher que tipo de campanha quer fazer: rede de pesquisa; rede de display; Gmail Ads; Google Shopping; vídeo ou campanha universal de apps.

Em resumo, para criar suas campanhas de anúncios são 10 passos:

  • 1. Entrar na sua conta no Google Ads e clicar em “+ Nova Campanha”;
  • 2. Na próxima etapa, você escolherá a meta de publicidade do seu anúncio (chamadas por telefone, inscrições ou vendas pelo site, visitas à loja física);
  • 3. Informar o nome da sua empresa/loja virtual;
  • 4. Informar o site da loja virtual;
  • 5. O Google Ads irá verificar suas informações e aparecerá uma tela de como o usuário visualiza seu anúncio. Aí você clica em “próximo”;
  • 6. O próximo passo é escrever o texto do anúncio. Colocar um bom título, chamativo e persuasivo é importante nesse passo;
  • 7. Depois é hora de escolher palavras-chave;
  • 8. Após, é hora de selecionar o público-alvo;
  • 9. A nona etapa é definir o orçamento;
  • 10. Por último, é só revisar e a partir daí acompanhar sua campanha.

Pronto! O Google também te oferece informações para conferir o desempenho e outros dados da campanha. A partir desses dados você consegue coletar informações estratégicas para suas próximas campanhas de anúncios.

 

4. YouTube

Outra opção certeira para o marketing da sua loja virtual é o YouTube. Após o Google, o YouTube é a maior ferramenta de busca do mundo e, portanto, um grande palco para divulgação.

A estratégia para e-commerce no YouTube é a de criação de conteúdo estratégico em formato de vídeo. Para começar, é só criar um canal em nome da sua loja e personalizá-lo de forma que usuários possam associá-lo à sua marca. Você pode utilizar cores, banners, linguagem padronizada, entre outros.

 

Ideias de vídeos que sua loja virtual pode criar

Bom, sabendo que o YouTube é uma plataforma interessantíssima para sua divulgação, é hora de pensar que tipo de vídeo pode ser criado para o seu e-commerce. Para isso, é importante conhecer bem seu público, mas aqui estão algumas ideias:

  • 1. Maneiras de usar: criar um conteúdo em poucos minutos com dicas de como usar os produtos de sua loja virtual. Isso é interessante porque pode despertar o desejo do visitante.
  • 2. Como é feito: se você for o produtor dos produtos que vende em sua loja, pode ser interessante mostrar nos vídeos as etapas de produção. A dica é utilizar de edições de vídeo que aceleram o processo, tornando o vídeo mais dinâmico.
  • 3. Processo de entrega: mostre os passos desde o produto ser escolhido pelo cliente até chegar na casa dele. É legal mostrar o cuidado com a entrega e para que o produto chegue da melhor forma na casa do comprador. Outra ideia interessante é a de fazer o “unboxing”, ou seja, mostrando a abertura da caixa que chega pelo correio, com tudo o que vem dentro.
  • 4. Depoimentos: outra ideia muito boa de conteúdo é a de vídeos com depoimentos sobre os produtos. Isso dá uma sensação de confiança e credibilidade.

 

5. SEO e otimização do seu site

Por fim, mas não menos importante, outra estratégia de divulgação para sua loja virtual é a utilização de técnicas de SEO e otimização do site.

SEO significa “Search Engine Optimization” que traduzido do inglês significa "Otimização para Mecanismos de Buscas''. O objetivo da utilização dessas técnicas é posicionar melhor o seu site em buscadores como o do Google. 

Como vimos, estar posicionado no Google é muito importante para o marketing do seu e-commerce. A questão é que não basta estar no Google, é importante também estar posicionado entre os primeiros após a busca. Aqui, te daremos dicas de como fazer isso.

 

Crie URLs otimizadas

Para uma URL ser considerada otimizada, ela deve estar clara, bem descritiva, atrativa e ter afinidade com as palavras-chave.

Isso significa que vale fazer um estudo de que palavras utilizar, pois sua URL já deve dar uma pista sobre o que se trata o site.

Uma dica importante é separar as palavras por hífens (para dar clareza e uma melhor visualização dos assuntos). Por exemplo:

Em vez de www.palavrasotimizadas.com.br/comoutilizarseonasuaurl, tente www.palavrasotimizadas.com.br/como-utilizar-seo-na-sua-url. Percebe como fica mais fácil de ler?

 

Pesquise palavras-chaves para cada produto

A escolha de palavras-chaves pode ser bem intuitiva. 

Você pode fazer uma lista pensando no que seus clientes buscaram, por exemplo, e fazer uma busca na concorrência. No entanto, existem ferramentas que podem te auxiliar nisso. Uma delas é do próprio Google e gratuita: o Google Keyword Tool. 

 

Tenha um site responsivo

Tão importante quanto palavras-chave é ter um site que se adapte aos mais diversos dispositivos. 

Site responsivo significa dizer que tanto no computador quanto em um celular, seu site funcionará da forma esperada e sem qualquer distorção. Isso melhora – e muito – a experiência do usuário no seu site.

O que isso tem a ver com SEO? Simples: o Google já reconhece páginas responsivas e dá prioridade a elas na exibição das pesquisas.

 

Cuide da meta descrição de cada página

Metas descrições são os pequenos textos que aparecem na busca da página como se fossem um resumo. 

A ideia é que esse textinho seja chamativo o suficiente para fazer o usuário clicar no site e que tenha no máximo 160 caracteres. 

Vale investir um tempo para pensar nesse seu resumo, pois o Google valoriza aqueles que são claros, personalizados e objetivos.

Confere Shop loja online grátis

Crie uma estratégia de marketing completa! 

Até aqui você entendeu a importância de utilizar estratégias de divulgação para sua loja virtual que valorizem o alcance do seu negócio. Falamos sobre 5 formas de você divulgar sua loja e detalhes sobre como utilizá-las da melhor forma possível. 

Agora, apostar nessas 5 plataformas é excelente, mas melhor do que isso é apostar em uma estratégia de marketing completa. Quer entender melhor o que seria essa perspectiva completa? 

Acesse nosso Guia definitivo do Marketing Digital para quem vende online.

E se quiser mais conteúdo sobre vender online, você encontra tudo aqui o que precisa saber aqui na Confere. Fique de olho!

New call-to-action

Este texto foi escrito por Luiza Cristina Sousa.