Como vender pelo Instagram? Passo a passo para divulgar sua loja

Por Miriam Barros

Ao longo dos anos, o Instagram deixou de ser uma rede social de fotos e vídeos e passou a focar bastante em ser um lugar de negócios. Por isso, aprender como vender pelo Instagram é essencial para quem ter uma loja virtual de sucesso.

Os números do Instagram falam por si só. São mais de 1 bilhão de usuários ativos por mês, sendo uma das redes sociais mais populares do mundo. 

De acordo com dados divulgados por eles próprios, 70% dos consumidores dizem estar procurando sua próxima compra no Instagram e 90% dos perfis ativos seguem pelo menos um perfil profissional.

Com o surgimento do Instagram Shopping, claramente é a principal rede social para quem tem uma loja virtual.

Descubra como vender pelo Instagram e utilizar todo o poder que a rede oferece para empreendedores!

Loja online Confere SHOP

O que é preciso para começar a vender pelo Instagram?

Antes de começar a vender, é preciso estar ciente de algumas regras e boas práticas da rede social. Assim, você se prepara da forma correta antes de partir para a parte mais prática.

Para vender no Instagram, é preciso cumprir alguns requisitos mínimos, como:

  • Ter uma conta comercial no Instagram;
  • Estar de acordo e dentro das políticas de comercialização de produtos;
  • Ter um site com produtos disponíveis para compra direta;
  • Fornecer informações corretas e confiáveis.

 

É preciso ter um número mínimo de seguidores para começar?

Não. Você pode começar a vender do Instagram do zero, criando sua loja agora mesmo. O único recurso que requer um mínimo de seguidores é o “Arraste pra cima” do Stories, onde é exigido pelo menos 10 mil seguidores ou ser um perfil verificado.

Mas o que importa é que mesmo começando agora, você pode ter sucesso vendendo pelo Instagram e gerar vendas com poucos seguidores (que irão aumentando com o tempo).

 

Quanto custa vender no Instagram?

Nada. Você pode começar a vender no Instagram de graça. Porém, para usar o Instagram Shopping, é preciso ter uma loja online no ar.

Dica importante: com a Confere Shop, você cria sua loja virtual de graça em poucos minutos, integrando sua loja com o Instagram e outras plataformas, como Facebook e Google Shopping!

 

Loja no Instagram precisa de CNPJ?

Sim, para vender pela internet e pelo Instagram, é preciso ter um CNPJ. Isso porque o e-commerce brasileiro segue diversas leis, e uma das regras é emitir notas fiscais para todo produto vendido.

Como o Instagram é vinculado a uma loja, logo é preciso ter CNPJ para vender por lá. Mas para começar, você pode abrir como MEI (Micro Empreendedor Individual), cuja abertura é gratuita.

Como vender pelo Instagram? Dicas para divulgar sua loja

Veja agora como divulgar sua loja virtual pela rede social e aproveitar todos os recursos para gerar mais vendas!

 

1. Primeiro, crie uma conta comercial

O perfil comercial do Instagram oferece diversas ferramentas que uma conta pessoal não tem acesso. Alguns dos recursos diferenciados são:

  • Adicionar informações valiosas no seu perfil, como endereço comercial (caso tenha), seu site, informações de contato, número de telefone, etc.
  • Instagram Insights, que mostra dados sobre o comportamento dos seus seguidores e dicas para ter um bom desempenho.
  • Fazer anúncios para aumentar o alcance da sua conta e promover seus produtos.

Caso sua loja já tenha um perfil no Instagram, para transformar em comercial é bem simples.

  • Vá no seu perfil e toque nas três linhas horizontais no canto superior direito;
  • Toque em Configurações e depois, Conta
  • Role até o final e toque em Mudar para conta profissional;
  • Depois de mudar, você poderá adicionar detalhes ao seu perfil, como categoria, informações de contato, etc.

 

2. Crie conteúdos de qualidade no Instagram

Com tanta concorrência, o que faz seu perfil se destacar de outros? Mesmo deixando de ser um aplicativo só de compartilhamento de fotos, não podemos esquecer a origem do Instagram.

A chave para gerar mais vendas também está na consistência e no conteúdo de alta qualidade.

Conteúdo de qualidade constrói uma identidade e imagem profissional da sua loja. Quanto mais seu conteúdo se destaca de maneira consistente, maiores são as chances de chamar atenção e construir uma base de clientes maior.

Temos algumas dicas para ajudar na construção do seu conteúdo:

 

Tire fotos e crie vídeos com qualidade

Seu conteúdo deve ser visualmente atraente para refletir uma mensagem de profissionalismo e cuidado com a marca.

Para ajudar na edição das fotos, utilize ferramentas gratuitas como Lightroom e Canva, que ajudam na construção de uma identidade visual sólida.

 

Aproveite todos os formatos do Instagram

O Instagram sempre está lançando recursos novos. Começou com Stories, depois veio IGTV, Reels e o mais recente, Instagram Shopping, entre outros.

Muitos especialistas consideram essencial utilizar essas ferramentas, pois o alcance delas é muito alto. Aliás, um segredo sobre o Instagram: quanto mais novo o recurso, mais destaque ele possui.

 

Crie conteúdos para além de vendas

Além de fazer posts divulgando seus produtos, uma ótima estratégia para manter seu perfil relevante é explorar formas criativas de conteúdo.

Aposte em criar tutoriais, enquetes, perguntas e respostas, etc. Essa é uma ótima maneira de aumentar o engajamento e aparecer para quem ainda não te segue.

 

3. Crie um calendário editorial

Complementando a dica anterior, para ajudar na organização do conteúdo, é preciso pensar no que postar antes. Para fazer isso, crie um calendário editorial para economizar tempo e antecipar demandas de posts.

Seu calendário pode ser dividido em:

  • Conteúdos promocionais: postagens sobre novos produtos, promoções, descontos, programas de fidelidade, avaliações de clientes, etc.
  • Conteúdos educacionais: dicas sobre como utilizar os produtos da melhor forma, aulas sobre temas relacionados à sua loja, etc.
  • Conteúdo informativo: notícias sobre seu nicho, informações sobre a empresa e seus planos.
  • Conteúdos divertidos: curiosidades, referências à cultura pop, piadas, quizzes, testes, etc.

 

4. Explore o recursos Compras do Instagram

Compras no Instagram é um conjunto de recursos que permitem que pessoas consigam comprar através de fotos e vídeos, em diversos locais do aplicativo. Com isso, a experiência do usuário se torna completa. São alguns eles:

Lojas

Conhecida como a sacolinha do Instagram, é uma das melhores formas de vender pelo Instagram. Ao criar uma loja personalizável, as pessoas podem comprar diretamente do aplicativo.

 

Tags de Compras

Com as tags de compras, você pode destacar os produtos no seu catálogo no Stories e no feed, colocando informações como nome do produto e preço.

 

Coleções

Um recurso muito interessante que permite dividir sua loja em diversas categorias. Assim, a experiência de quem visita sua loja se torna muito mais próxima de um e-commerce.

 

Página de Detalhes do Produto

É uma página focada nas informações de cada produto, incluindo preço, descrições detalhadas e fotos. As páginas de produtos é para onde o usuário vai ao clicar em um produto específico, por isso, capriche na descrição para convencê-lo a comprar.

Você pode conhecer todos os recursos de compras do Instagram aqui.

 

5. Use provas sociais sempre que possível

Muitos clientes, mesmo sem você pedir, postam algo sobre uma compra que acabou de fazer, mostrando mais detalhes sobre o produto. Este conteúdo é algo valiosíssimo para sua loja, já que é uma prova social orgânica.

Sempre que possível, aproveite e reposte estes conteúdos para fortalecer sua marca e gerar confiança entre seus seguidores. Afinal, muitas pessoas ainda têm medo de comprar em lojas que não conhecem e essa é uma ótima forma de quebrar objeções.

 

6. Trabalhe com influenciadores

No Instagram, os influenciadores e micro influenciadores sempre tiveram muita relevância para seus seguidores. Sua loja pode se aproveitar disto e construir uma estratégia sólida para trabalhar com eles e impulsionar suas vendas.

Mas atenção: procure influenciadores que são conhecidos por terem seguidores fiéis. Nem sempre os números refletem a realidade. Fique de olho no perfil, veja o quanto os seguidores interagem comentando nos posts.

Não procure somente também por influencers com números gigantescos. Diversas pesquisas já comprovaram que perfis com 10 mil a 100 mil seguidores oferecem a melhor combinação de engajamento e alcance.

 

7. Publique conteúdo dos bastidores

O próprio Instagram recomenda mostrar para o público como funciona sua empresa nos bastidores, como uma forma de estabelecer conexão com novos clientes em potencial.

Algumas formas de explorar isso é fazendo vídeos sobre os produtos, como eles são feitos, como você os embala e outros processos parecidos. Ou seja, dê uma “cara” à sua loja. Converse com os clientes e conte mais detalhes sobre o negócio.

Lembre-se: pessoas se conectam com pessoas.

 

8. Faça anúncios

Anúncios no Instagram são uma ótima forma de gerar mais vendas a curto/médio prazo. Ao entender qual seu público e quais produtos mais os atraem, é hora de anunciar para conquistar mais clientes.

Para lojas virtuais, é sempre interessante apostar em campanhas com cupom de desconto e um apelo visual bem forte, com uma legenda chamativa.

Se você ainda não tem experiência com anúncios, comece com um orçamento pequeno, para ir testando e aprimorando seu conhecimento sobre o tema.

Montamos uma super aula na Confere para ensinar lojistas virtuais a anunciarem nas suas lojas virtuais! Montamos um anúncio do zero e você aprende a criar campanhas tanto no Facebook ADS quanto no Instagram ADS. Confira:

 

Aprenda mais sobre o Instagram Shopping!

Agora, com as dicas acima, você está pronto para começar a vender pelo Instagram! Para ativar a famosa “sacolinha do Instagram”, o processo é todo feito pelo Instagram Shopping, que é o recurso exclusivo para lojas virtuais.

Por lá, você pode carregar o catálogo de produtos, cadastrar as funções de Compras, fazer a integração da sua loja com seu perfil e muito mais.

Aprenda tudo sobre o Instagram Shopping no nosso artigo completo sobre a ferramenta!

New call-to-action

Este texto foi escrito por Luiza Cristina Sousa.