Especial Vendas no Varejo: como evitar erros na conciliação de cartões?

Por Ricardo Cici

Aumentar as vendas e garantir um crescimento sustentável do negócio é o desejo de 10 entre 10 empreendedores e, para os que atuam no setor varejista, não é diferente.

Um dos segredos para manter as vendas em alta neste segmento é a oferta de diferentes meios de pagamento, incluindo aqui, as transações por meio de cartão.

Para se ter uma ideia, só em 2016, as vendas no varejo com pagamento via cartões representaram mais de 30% do faturamento do setor.

Além disso, a Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), projeta um crescimento de 6,5% neste modelo de transação para 2017.

Mas não basta ofertar diferentes formas de pagamento. Controlar as vendas através de cartões é um dos principais desafios da gestão financeira de qualquer negócio.

Dentre as etapas deste controle de vendas, sem dúvidas, uma das que gera mais dor de cabeça para o varejista é a conciliação dos pagamentos feitos com cartões.

Para auxiliá-lo, neste artigo, vamos explicar quais os principais erros na conciliação aplicada as vendas no varejo e como evitá-los. #ConfereAi!

 

Nova call to action

Neste post, você vai ver:

O controle das vendas no varejo

Primeiramente, precisamos admitir uma coisa: a vida de empreendedor não é nenhuma moleza.

Não bastassem os desafios diários para ofertar bons produtos, efetivar uma gestão financeira de qualidadem garantir a chegada de novos clientes e fazer a gestão dos funcionários, ainda é preciso lidar com um ambiente tributário bastante complexo e nada amigável.

Todavia, conhecimento é uma arma para te ajudar a superar qualquer obstáculo, e hoje falaremos mais detalhadamente do controle das vendas no varejo, com especial atenção para o recebimento em cartões e os processos de conciliação.

Controle de vendas, apenas para reforçar, envolve o acompanhamento diário das entradas via transações comerciais de um estabelecimento, visando a organização das finanças da empresa.

Em se tratando dos vendas através de cartões, há dois pontos centrais que merecem atenção:

- Os descontos de cada bandeira de cartão: falaremos deles mais à frente, mas é importante já frisar que tais custos merecem acompanhamento detalhado;

- O tempo de recebimento: como os valores recebidos por meio dos cartões não caem automaticamente (este processo pode levar até 3 dias úteis), este controle também deve ser feito de modo muito cuidadoso, para evitar que as entradas deixem de bater.

Quais os principais obstáculos (e erros) na hora de conciliar as vendas no cartão de crédito?

Alguns obstáculos podem dificultar o processo de conciliação das vendas no cartão se você não ficar atento.

Caso você não saiba como fazer o controle das vendas no cartão de crédito, nós também preparamos um guia passo a passo! Vamos aos principais erros na hora de conciliar as vendas:

 

Variação das taxas de acordo com a bandeira

Para cada venda realizada via cartão, há uma taxa que incide sobre o valor transacionado e este custo varia de acordo com a bandeira do cartão.

O erro: Não fazer um acompanhamento detalhado das taxas e variações das bandeiras dos cartões que são aceitos em seu estabelecimento.

Hoje, já é possível contar com o monitoramento automatizado e 24 horas das taxas, de modo que não haja nenhum desconto impreciso.

 

O risco dos chargebacks

O varejista está sempre sujeito ao chargeback, ou seja, a solicitação de estorno junto a operadora devido ao não reconhecimento de uma compra ou mesmo graças a uma fraude.

O erro: Não adotar políticas, estratégias ou ferramentas para reduzir, minando o máximo possível, a possibilidade de chargebacks em seu negócio.

 

Erros de processamento ou lançamentos não efetivados pelas operadoras

Há ainda alguns casos mais raros em que uma operadora de cartão não realiza o pagamento devido, seja por problemas na maquineta do cartão ou mesmo por falha nos processos internos da operadora responsável.

O erro: Descuidar da gestão financeira e não efetivar uma análise minuciosa de todas as suas entradas.

Planilha Controle de cartões

O que fazer para que as vendas no cartão batam sempre?

Agora que já falamos sobre as maiores dificuldades e de falhas ocorridas na conciliação de cartões em vendas no varejo, veja 3 dicas que, certamente, irão lhe auxiliar diretamente na conciliação destas entradas.

 

Acompanhamento constante das vendas

O primeiro passo é realizar uma análise diária de suas vendas, comparando todas as transações com os extratos das operadoras.

Além de melhorar o controle financeiro do seu negócio, esta etapa servirá para que você observe, de modo mais detalhado, o impacto monetário da oferta de pagamentos via cartão em sua empresa.

 

Conferir tudo o que entrou na sua conta

Além da conciliação das vendas, é muito importante que a conciliação bancária seja feita na sua empresa.

Conciliar as vendas é apenas o primeiro passo para saber se todas as suas vendas foram processadas pelas operadoras, mas é fundamental que a sua empresa também registre as entradas de caixa na sua empresa para ter um controle preciso do seu fluxo de caixa e da sua projeção de recebimentos.

 

Busque a inovação na conciliação de cartões de crédito

Nos dias de hoje, a inovação não é mais uma questão de escolha, mas uma necessidade para o crescimento dentro de um mercado tão complexo e concorrido como o brasileiro.

Neste sentido, na hora de controlar e conciliar suas vendas, opte por soluções que possam ajudar o seu negócio a evoluir.

 

Conciliação de cartões informatizada

Para concluir, a boa notícia é que atualmente já é possível contar com soluções digitais capazes de profissionalizar e tornar mais eficiente todo o seu processo de conciliação de cartões.

Com a Confere, por exemplo, todas as etapas aqui descritas – do controle de chargebacks até o acompanhamento de taxas – são realizadas de modo automatizado, reduzindo os riscos de erros no controle das vendas no varejo por meio de cartões e otimizando seus processos internos.

Então, que tal começar hoje mesmo a inovar na conciliação de cartões? Seu negócio só tem a ganhar!

Gostou do artigo? Também pensa em informatizar o controle de suas vendas no varejo? Entre em contato conosco e fique por dentro de todas as possibilidades de melhorar ainda mais o seu controle financeiro!

 

Nova call to action