Como o fluxo de caixa pode ajudar o seu negócio?

Por Miriam Barros

Gerenciar uma empresa é tarefa cheia de desafios, e atualmente é possível contar com o apoio das tecnologias para ajudar na gestão e organização de um negócio.

Porém, feliz ou infelizmente os softwares e sistemas não substituem o poder de análise que um ser humano é capaz de ter. Portanto, segue sendo obrigação do gestor compreender processos e saber avaliar resultados.

Um item muito importante de ser controlado de forma constante e assertiva em uma empresa é o fluxo de caixa. Se você tem dúvidas sobre o que é ou de como ele pode ajudar seu negócio, siga lendo e descubra.

New call-to-action

Fluxo de caixa: do que se trata?

Fluxo de caixa trata-se das entradas e saídas de dinheiro do caixa da empresa, ou seja, o que se recebe e o que se paga em seu negócio. Para garantir que o fluxo de caixa reflita a realidade é fundamental que sejam feitos registros detalhados de todas as movimentações.

Mesmo se você precisou adquirir uma unidade de caixa de papelão em um comércio vizinho, o gasto deve ser registrado.

Em empresas menores, esse controle pode ser realizado através de anotações em planilhas, lembrando sempre de mantê-las a salvo em um armazenamento de nuvem.

Já empresas com maior volume de vendas podem contar com sistemas integrados que facilitem o controle.

Impactos do controle de fluxo de caixa

Quanto mais detalhado for o controle do fluxo de caixa, mais informações importantes podem ser obtidas.

Ao categorizar os gastos, subdividindo eles entre gastos com material, pessoas, aluguel, consumo entre outros, pode-se perceber que a compra de placa de circuito impresso está impactando muito no orçamento mensal da empresa.

Com isso é possível buscar alternativas como, por exemplo, um fornecedor com preços mais competitivos e outras medidas que reduzam o impacto.

Não é possível garantir a saúde financeira de um negócio sem ter controle sobre os gastos e é exatamente isso que o fluxo de caixa proporciona ao permitir que o gestor tenha acesso aos dados reais das receitas e despesas da empresa.

Com o registro adequado e a análise dos dados coletados no fluxo de caixa é possível que o gestor paute sua tomada de decisão em dados concretos, e não achismos e pressuposições.

Deste modo, ao identificar que está havendo um desequilíbrio entre as receitas e os custos, é possível agir rapidamente evitando consequências graves para a manutenção do negócio.

Uma ação possível é realizar a promoção de vendas de um produto ou serviço específico como usinagem de precisão, por exemplo.

Deste modo se coloca em uso material, equipamentos e mão de obra ociosos e pode-se recuperar de forma eficiente o equilíbrio nas contas.

O controle de fluxo de caixa é um dos mais elementares princípios de gestão e é aplicado, inclusive quando se fala de finanças pessoais. E mesmo assim há empresas que negligenciam essa importante ferramenta.

Agora que você já descobriu mais sobre o assunto e percebeu como a falta de controle pode impactar seu negócio, coloque a mão na massa e descubra qual o melhor método de controle de fluxo de caixa para sua empresa para começar a aplicar o quanto antes.

Maquininhas Demo

Esse artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.