Fraudes online: Saiba como proteger o seu e-commerce

Por Miriam Barros

As transações online crescem e com elas também as tentativas de fraudes, que levam perigo aos negócios de empreendedores, sejam eles donos de pequenos ou grandes e-commerces.

Portanto, a preocupação com a segurança dos processos virtuais se tornou latente.

Além de gerar prejuízo financeiro, os golpes no mundo virtual também geram o sentimento de insegurança no consumidor, adicionando mais uma dor de cabeça àqueles que atuam com vendas online dos mais diversos tipos de produtos, como uma chave de nível, por exemplo.

Para conter fraudes, veja neste post, dicas importantes para proteger o seu e-commerce.

Loja online gratuita Confere Shop

Como acontecem as fraudes?

Antes de saber como proteger o seu e-commerce de fraudes, é importante entender como elas acontecem no ambiente virtual.

A fraude mais comum é a utilização de dados de cartão de crédito de terceiros.

Ou seja, o golpista usa os dados de uma outra pessoa e realiza a compra na loja.

Logo, a pessoa titular do cartão irá fazer uma reclamação junto à operadora e a aquisição é cancelada, e dessa maneira, o custo do produto recai para o empreendedor.

Há também casos em que o cliente age de má fé, ele recebe o produto, mas cancela a compra com a operadora, alegando que não fez a aquisição.

Outra situação bastante frequente é a invasão do site, que gera um prejuízo ainda maior, já que o empreendedor pode ter que reformular todo o seu e-commerce e ficar um tempo se vender até que tudo seja restabelecido, desde a inserção de produtos, como uma caixa de papelão, aos processos de compra, entre outros.

Continue a leitura e confira logo abaixo 5 dicas para proteger o seu e-commerce de fraudes.

5 dicas para proteger o e-commerce

  • 1. Invista em tecnologias antifraude: uma das melhores formas de evitar golpes no e-commerce é investir em soluções tecnológicas antifraude, que contam com processos mais eficientes de pagamento, entre outros recursos, que reduzem as chances de golpes.
  • 2. Atualize com constância os sistemas de segurança: manter os sistemas atualizados é uma forma de se prevenir de tentativas de fraudes, pois as atualizações corrigem possíveis vulnerabilidades que facilitem para golpes.
  • 3. Compre um certificado de segurança: a primeira medida para evitar fraudes é investir em um certificado de segurança, que garante que as informações entre clientes e a loja sejam passadas em um ambiente mais seguro.
  • 4. Configure a loja para que o cliente apenas crie senha fortes: outra maneira eficiente de evitar invasões e fraudes, é configurar o site para que somente senhas fortes, sejam criadas pelo cliente, como as que mesclam letras e caracteres específicos.
  • 5. Limite a quantidade de tentativas de compras: ao limitar tentativas de compra de um compressor parafuso, há redução do risco de uma possível fraude de uso de dados roubados.

Contrate uma empresa especializada 

Tomar medidas de segurança não é uma tarefa simples, portanto, a saída é contratar uma empresa especializada e de credibilidade para cuidar da segurança do e-commerce.

Afinal, este tipo de crime acontece com cada vez mais frequência e as tentativas mais elaboradas, capazes de burlar até mesmo sistemas robustos de proteção.

Além disso, ao conferir a responsabilidade de gerir os processos de segurança do site, o empreendedor tem mais tempo para cuidar de outros processos importantes, tornando mais prático e fácil o seu dia a dia.

Compartilhe essas dicas para que mais empreendedores possam proteger o seu negócio.

Nova call to action

Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.