Gerenciador de anúncios para Facebook e Instagram: saiba como usar

Por Miriam Barros

Facebook, Instagram, Messenger e Audience Network. Estas são as plataformas com as quais o gerenciador de anúncios do Facebook pode ser utilizado.

Estas redes sociais se tornaram grandes outdoors para o marketing digital. Entretanto, não basta investir em um anúncio, é necessário ter planejamento e visão estratégica. 

A partir de tais ações, os resultados podem ser efetivos para o seu negócio. 

Não por acaso, um estudo do CETIC.BR, apontou que 57% das empresas pesquisadas utilizam as redes para realizar vendas online.

Em 2019, outra pesquisa revelou que 44% dos consumidores ouvidos tinham seu comportamento de compra influenciado pelo Facebook.

Nesse contexto, no último trimestre de 2020, as propagandas na maior rede social do planeta alcançaram uma receita mundial de 27 bilhões de dólares.

Além disso, 26% dos usuários da rede social afirmaram ter completado o ciclo de compra após clicar em uma propaganda vista ali.

Por sua vez, o Instagram se destaca ao liderar o comércio dentro do âmbito das mídias sociais.

Conforme dados divulgados pela própria plataforma, 70% dos consumidores dizem procurar compras na rede, enquanto 52% já compraram a partir de descobertas no Instagram.

Outra pesquisa recente constatou que 54% dos consumidores seguem perfis das marcas preferidas, e 21% buscam essas páginas antes de comprar.

Frente a este contexto, uma campanha paga consegue dar mais visibilidade a uma marca, alcançar novos públicos e até convertê-los em clientes.

Sob este viés, neste artigo, analisamos o gerenciador de anúncios do Facebook, uma excelente ferramenta para quem busca bons resultados nas redes sociais.

O que é o Gerenciador de Anúncios do Facebook?

O gerenciador de anúncios do Facebook é uma ferramenta criada para criar, gerenciar e mensurar campanhas nas redes proprietárias da atual Meta.

Neste caso, em uma mesma plataforma, é possível também incluir o Instagram, o Messenger e o Audience Network.

Suas campanhas são extremamente segmentadas, possibilitando que as ações sejam assertivas e alcancem o resultado esperado.

Além disso, é possível gerir e criar publicações orgânicas, agendar postagens, estipular duração do anúncio, o orçamento, e também dados para análise.

A seguir, explicamos como você pode utilizar o gerenciador de anúncios do Facebook a favor de suas campanhas de marketing!

Como utilizar o Gerenciador de Anúncios do Facebook?

Para fazer uso da ferramenta, antes de tudo, é preciso ter um perfil comercial e uma página no Facebook Business.

Já para promover um produto em seus outros canais, não é necessário ter site e nem mesmo um perfil no Instagram.

As campanhas podem ser feitas diretamente pelo gerenciador de anúncios do Facebook (uma vez que o grupo Meta é proprietário também do Instagram).

Para utilizá-lo, basta acessar sua página, decidir qual produto (mídia) será patrocinado, preencher os dados de público-alvo, localização, perfil completo e definir qual valor será investido.

O painel do Facebook Business é bem intuitivo. Na barra lateral, há opções que incluem o próprio gerenciador de anúncios, além de outros itens, como:

  • Públicos;
  • Relatório de Anúncios;
  • Configurações da conta de anúncios;
  • Gerenciador de Eventos.

Cada uma destas abas abre um leque de informações a serem preenchidas. Sugerimos que explore a plataforma e a atualize o máximo possível.

Há também diferentes opções e formatos para divulgar a mídia, que vão desde apresentações multimídia até imagens estáticas ou mesmo anúncios interativos.

Mas antes, vale ressaltar que é necessário um planejamento estratégico. Para tanto, responda a perguntas, como:

  • Qual o objetivo da campanha?
  • Onde irá veicular o anúncio? Instagram, Messenger, Facebook, todos os canais da rede?
  • Qual a segmentação, perfil dos usuários?
  • Quanto de orçamento (que pode ser diário ou total, com base no intervalo de tempo da campanha) pode ser destinado para cada ação?
  • Qual será o formato do anúncio?
  • Como serão as métricas mensuradas?

Algumas etapas importantes para o sucesso de sua campanha

No próximo tópico, abordamos alguns elementos essenciais que você deverá considerar para ter mais chances de conquistar resultados efetivos com suas ações de marketing. Confiram!

 

#1. Visão Estratégica

Toda ação de publicidade online precisa de uma visão alinhada de marketing clara o suficiente para guiar todas as etapas de maneira objetiva no gerenciador de anúncios do Facebook

Mesmo que sua loja virtual possua investimento de sobra para propagandas no Instagram ou Facebook, por exemplo, a fonte vai secar se o objetivo não estiver claro.

Neste sentido, pense primeiro qual é o intuito de criar aquela campanha: aumentar as vendas, expandir a marca, criar presença digital, conectar-se com novas audiências?

Responder a essas perguntas é fundamental posto que, para cada estratégia, há uma gama diferente de indicadores e KPIs a serem analisados.

Com o foco em mente, o próximo passo consiste em planejar a implementação do plano de marketing que, dentre outros pontos, deve incluir:

  • Tempo de circulação da campanha;
  • Segmentação do público;
  • Formato do conteúdo;
  • Formato do anúncio;
  • Valor que será investido;
  • Como serão analisados os dados da campanha;
  • O que se espera de retorno.

 

#2. Formato do conteúdo

Antes de clicar no botão de confirmar, vamos refletir sobre qual seria o melhor formato de conteúdo a ser circulado pelo gerenciador de anúncios do Facebook.

É sabido, por exemplo, que as redes sociais dão prioridade a anúncios com fotos e vídeos e, de preferência, com conteúdos originais.

Assim, quanto mais visual for uma propaganda, maiores as chances de reter atenção, levando usuários para novas etapas de uma jornada de compra. 

No entanto, não basta apenas escolher qualquer vídeo ou imagem, afinal, essa é sua chance de falar do seu produto, e caso você falhe, seus próximos anúncios poderão ter resultados menos expressivos.

Isso significa que as redes classificam seus anúncios os avaliando com pontuação relacionada a sua relevância, que podem ser analisadas pelo próprio gerenciador de anúncios do Facebook.

Ou seja: quanto maior a pontuação, mais favorável o algoritmo será com o anúncio.

Dito isso, considere investir para criar um bom vídeo ou fotos atrativas. Existem várias ferramentas gratuitas que podem te ajudar nisso!

Além disso, é importante seguir as diretrizes da rede, uma vez que a plataforma penaliza campanhas que fogem de suas regras.

Tudo isso você pode conferir diretamente no gerenciador de anúncios do Facebook no momento de criar a campanha.

 

#3. Formato dos anúncios

Não é à toa que o Facebook e Instagram são as redes sociais mais populares e estão entre as preferidas dentre os profissionais de marketing

Eles possuem diversas ferramentas, e deixam os usuários cheios de opções, incluindo direcioná-los para compras em lojas virtuais.

Quando falamos de anúncios, então, o prato é cheio, e o gerenciador de anúncios consegue inserir a publicidade de várias formas e gerar vendas.

No Facebook, o primeiro formato e mais tradicional é o anúncio localizado na coluna à direita, ao lado do feed de notícias. 

Embora esse recurso seja limitado – com chances de engajamento menores – ainda assim, há como potencializar cliques com custo de investimento baixo.

O outro formato de anúncios que vemos na plataforma é o anúncio do feed de notícias em si. 

Ele parece com uma publicação comum na timeline e possui maiores taxas de engajamento.

Diferente dos anúncios da coluna à direita, nestas campanhas há botões para ações e CTA (call to action).

Contudo, seu valor costuma ser maior que o primeiro formato apresentado.

Além desses formatos mais tradicionais, no Facebook, há todo um leque de possibilidades de propaganda, incluindo:

  • Anúncios de fotos;
  • Vídeos;
  • Coleção (varias fotos juntas);
  • Apresentação multimídia;
  • Anúncio de vários produtos;
  • Anúncio local (para pessoas próximas);
  • Ofertas que expiram;
  • Anúncio de eventos;
  • Anúncio de redirecionamento (faz leitura de comportamento para indicar);
  • Publicação impulsionada (diz quem já segue ou curtiu).

Já no Instagram, as opções são anúncios no feed e nos stories, seguindo os mesmos formatos apresentados acima.

 

#4. Personalização e segmentação

Feitas as etapas iniciais, é hora do seu e-commerce avaliar o público que pode se interessar pela sua propaganda no Facebook e Instagram

Para uma campanha ser efetiva ela precisa ser segmentada. Isso significa que não adianta falar para todo mundo, mas sim para seus clientes ideais.

Além do conteúdo visualmente atraente e com proposta de valor clara, ele precisa ser relevante para o público que está recebendo.

Por isso, é preciso eleger localização, interesses e comportamento; perfil do consumidor, gênero, idade e dados demográficos.

Esta definição será feita a partir de dados que a loja online já possui sobre o seu público-alvo. Mas caso ainda não tenha, é importante fazer um teste A/B.

Esses testes fornecem informações do que está performando mais, gerando dados para estratégias mais assertivas.

Para isso, o gerenciador de anúncios do Facebook é uma plataforma perfeita, visto que possui um amplo leque de opções de segmentação e testes.

Assim, seus anúncios serão personalizados e conseguirão chegar nas pessoas que precisam ou que querem o seu produto/serviço.

 

#5. Análise da campanha

Por fim, uma propaganda precisa ser acompanhada durante a sua execução e após o período de finalização.

Este acompanhamento traz dados relevantes para serem analisados e que te darão apoio para a tomada de decisões. 

Somente assim é possível saber o desempenho, o que deu certo, qual foi o retorno de lucro e o que pode ser melhorado.

Na página do gerenciador de anúncios do Facebook, em relatórios, você encontra detalhes de interações com a campanha, como cliques no site e alcance.

Caso seu e-commerce esteja começando e não tenha muito dinheiro para investir, esta é uma excelente maneira de testar diferentes formatos de anúncio.

Além de acompanhar o que gera mais resultados, os relatórios te auxiliam a direcionar seu orçamento de marketing de modo assertivo e criar estratégias eficientes de propaganda no Facebook ou Instagram.

Vale lembrar que a rede acompanha o desempenho dos anúncios promovidos e acaba penalizando aqueles quando possuem uma má performance.

Por isso, ficar de olho nas métricas e KPIs fará com que suas campanhas tenham mais sucesso e ainda sejam favorecidas pela plataforma.

Conclusão: quando usar o Gerenciador de Anúncios do Facebook?

Como salientado, os anúncios são eficientes quando pensados com inteligência e estratégia. 

Ou seja: não se deve anunciar por anunciar, você tem que saber o porquê.

Portanto, seja para o Facebook, ou Instagram, o gerenciador de anúncios entra como um suporte para campanhas que, quando estruturadas com planejamento, podem contribuir de modo decisivo para o sucesso de um negócio dentro do competitivo mercado online.

Este texto foi escrito por João Barros