Como a indústria 4.0 pode ajudar em tempos de Covid-19

Por Miriam Barros

O ano de 2020 já começou com um grande desafio para os empreendedores de todo mundo: o aparecimento da pandemia causada pelo novo coronavírus, também conhecido como Covid-19.

Se trata de um vírus extremamente contagioso e que se alastrou com facilidade. E enquanto o mundo está à procura de respostas e soluções, a indústria 4.0 surgiu como proposta para amenizar a crise gerada, além de auxiliar a situação em que se encontra a saúde mundial.

Antes mesmo do aparecimento da epidemia do coronavírus, a indústria 4.0 já passava por um avanço promissor entre as empresas brasileiras.

Uma pesquisa realizada pelo SENAI e FIESP, em 2018, concluiu que 90% das empresas concordam que a indústria 4.0 pode aumentar a produtividade e é uma oportunidade. 30% das empresas já investem na indústria 4.0 e 25% estão planejando a sua implementação.

E pensando nisso, nós elaboramos este conteúdo para explicar como a indústria 4.0 está impactando no cotidiano das empresas, como as que produzem broca de aço rápido, entre outros, assim como na saúde. Saiba mais sobre este artigo abaixo!

New call-to-action

Sistema cyber-físico

Basicamente, o sistema cyber-físico é uma combinação de infraestrutura física e virtual de fabricação de produtos.

Esse tipo de tecnologia pode auxiliar no cotidiano de diversos negócios, especialmente em empresas presentes no ramo industrial.

Afinal, com o intuito de evitar a maior disseminação da doença, as empresas tiveram que realizar mudanças em seus processos de produção. Algumas até suspenderam as suas atividades profissionais de maneira temporária.

E com o sistema cyber-físico, por meio da Internet das Coisas, é possível combinar os processos de produção, juntamente a infraestrutura tecnológica e trabalhar a distância.

Imagine uma indústria que fabrique produtos como caixa de contenção de água, por exemplo, poder montar sua linha de produção de maneira remota. É isso que a indústria 4.0 pretende alcançar nos próximos anos.

Inteligência artificial

A inteligência artificial é outro estudo que também auxilia as empresas em tempos de Covid-19. Também conhecida como IA, ela cria, desenvolve e implementa mecanismos que realizam uma série de processos, sem a necessidade de intervenção humana.

Ou seja, realizam processos de maneira automática e podem simular ações operacionais e gerenciais.

Um exemplo de um sistema de inteligência artifical é o chatbot, uma ferramenta que emite mensagens programadas, para solucionar as dúvidas e interagir com um determinado cliente. O chatbot otimiza a comunicação das empresas e torna a experiência do cliente mais satisfatória.

Big Data Analytics

O Big Data é um sistema que capta, armazena e gerencia uma grande quantidade de dados e informações, que por sua vez, não poderia ser feito de forma manual.

Esses dados são captados de diversas fontes e também servem para diversas finalidades. No caso de Taiwan, nação da China, o Big Data ajudou a prever possíveis contaminações do Covid-19.

A função deste Big Data era realizar e analisar os casos decorrentes de coronavírus, para ajudar na identificação e classificação dos riscos.

No entanto, o Big Data também pode ser utilizado para captar qualquer outro tipo de dado. Se sua indústria fabrica carroceria de madeira, por exemplo, a ferramenta pode ser usada para promover uma melhor análise do seu público-alvo, como também informações sobre a concorrência, entre outros.

Agora que você já sabe como é possível utilizar a indústria 3.0 em tempos de covid-19, o que acha de implementar alguma dessas tecnologias em seu negócio? Gostou do post?

Maquininhas Demo

 

Esse artigo foi escrito por Rafaela Ricardo, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.