Inteligência Comercial: como aplicar no seu negócio

Por Miriam Barros

Sabemos que uma das principais tendências do mercado é que a competitividade fique mais acirrada.

A partir daí, também surge a necessidade de os negócios criarem meios para se reinventarem e buscarem estratégias que os ajudem a se desenvolver de maneira eficiente e sustentável no mercado.

Ou seja, independente do porte ou segmento de uma empresa, seja um comércio, empresa de placas de sinalização de segurança, agência de publicidade, entre qualquer outro, a inteligência comercial é essencial.

Ela pode ser aplicada pela empresa para melhorar as estratégias de vendas e impulsionar o desenvolvimento do negócio no mercado.

E se você também quer aumentar a sua competitividade e alcançar os seus objetivos, nós elaboramos este post para te ensinar a aplicar a inteligência comercial de forma eficiente e prática. Continue nos acompanhando para saber de mais detalhes!

New call-to-action

1. Planejamento

Antes de mais nada, é essencial realizar estudos sobre o seu negócio, sua atividade e os seus processos.

Identifique quais são os principais problemas enfrentados em sua empresa e, então, definir quais serão as ações tomadas para solucioná-las.

Por exemplo: se sua empresa atua com ensaios não destrutivos, e tem como objetivo conquistar mais clientes, é possível realizar um estudo para analisar o comportamento do seu público, criar estratégias de marketing digital, apostar em ferramentas de mídias digitais, entre outras diversas oportunidades.

O principal nesta etapa é detalhar todo o seu planejamento e explicar de qual forma os processos e atividades irão acontecer.

Maquininhas Demo

2. Coleta de dados

Além de todo planejamento, também é importante levantar dados que podem ser relevantes para as suas estratégias.

A coleta de dados é um complemento prático do seu planejamento, e é feita para trazer mais clareza para os gestores sobre como está o mercado externo.

Esses dados podem ser tanto extraídos a partir de ferramentas como CRMs, como também por meio de pesquisas na web, bases de dados, entrevistas, entre outros.

3. Análise

Após a coleta de dados, é hora de separar quais são as informações realmente relevantes e úteis para o seu negócio.

Se sua empresa trabalha com máquina de solda mig, por exemplo, e quer aumentar as vendas, busque por padrões entre os dados, verifique cada fonte e valide o que pode gerar melhor embasamento e referências para as suas estratégias.

3. Compartilhamento

Por fim, na última etapa, todas as informações são repassadas aos membros da equipe. Nesse momento, esteja aberto a dúvidas, opiniões, feedbacks e críticas construtivas em relação a todos os colaboradores.

Afinal, essa pode ser uma forma de aprimorar ainda mais o potencial da sua estratégia comercial!

Agora que você já sabe o que é a inteligência comercial, o que acha de seguir essas dicas e ter sucesso? 

New call-to-action

Esse artigo foi escrito por Rafaela Ricardo, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.