Por que investir em mídia paga para sua loja virtual?

Por Miriam Barros

O mercado digital é um ambiente extremamente competitivo que já conta 1,3 milhão de empresas no e-commerce. Neste sentido, para reforçar seu posicionamento no setor, uma loja virtual precisa unir estratégias orgânicas de marketing digital, com investimentos em mídia paga para otimizar seus resultados.

Mas como funciona a mídia paga? 

Quais as etapas para construir ações eficientes em seus anúncios digitais? 

Quanto devo investir para ter sucesso e ganhar novos clientes em meu e-commerce? 

Para responder estas questões, neste capítulo de nosso guia sobre como começar uma loja virtual, separamos tudo que você precisa saber sobre mídia paga

Nós também gravamos uma super aula para quem vende online, ensinando a montar uma campanha do ZERO no Facebook e Instagram ADS. Também demos várias dicas sobre como divulgar a sua loja investindo em anúncios na internet! Dá o play:

 

 

Nova call to action

O que é e como funciona a mídia paga?

Basicamente, a mídia paga se refere aos canais de marketing digital que exigem investimentos para o alcance de um número maior de leads na internet.

Assim, os objetivos principais de ações em mídias pagas são a consolidação do posicionamento de marca e a divulgação online em larga escala de produtos.

Ou seja: estamos falando de ferramentas decisivas para o crescimento de uma loja virtual e para o aumento de suas vendas na internet.  

Afinal de contas, diante da expansão do e-commerce brasileiro, trabalhar, somente, com ações orgânicas de divulgação irá dificultar a geração de ganhos financeiros mais robustos.

Sobre o funcionamento dos anúncios e links patrocinados, de modo geral, você deverá:

  • Definir um planejamento detalhado para suas estratégias de mídia paga;
  • Escolher o canal de divulgação;
  • Definir o conteúdo e público-alvo de sua campanha;
  • Direcionar o orçamento que será investido ao longo da campanha;
  • Acompanhar e medir os resultados;
  • Realinhar/desenhar novas ações visando maior alcance e resultados de longo prazo.

Justamente por envolver o direcionamento de recursos financeiros do caixa de sua empresa, ao investir em mídia paga para sua loja virtual, considere também:

  • O momento atual de sua loja e se está pronto para um crescimento mais expressivo;
  • O sentido e objetivos daquela divulgação: trata-se do lançamento de um novo produto? Da exposição de um e-book ou material de marketing digital?
  • O perfil e os hábitos de navegação na internet de seus leads e potenciais consumidores.

Avaliar estes pontos é um passo importante para que seus anúncios sejam assertivos e, de fato, contribuam com um maior número de conversões de clientes.   

Exemplos de mídia paga

Mas quais são os principais tipos de mídia paga? Atualmente, existem 4 canais principais de distribuição que exigem investimentos no marketing digital. São eles:

 

Google Ads (Links Patrocinados)

Sabe aqueles anúncios que aparecem em destaque no topo de suas pesquisas no Google? Eles são os links patrocinados, uma das principais mídias pagas digitais.

Para iniciar uma campanha de links patrocinados, você precisará acessar a ferramenta de anúncios do Google Ads e seguir alguns passos:

  • Defina o objetivo de sua campanha;
  • Decidir o alcance do anúncio (local ou global);
  • Adicionar uma imagem e legendas curtas para o link patrocinado
  • Definir o limite de custo de seu anúncio mensal;
  • Publicar o anúncio. 

Sobre a questão do orçamento, vale frisar que um anúncio no Google Ads é pago por clique. 

Ou seja, quanto mais leads chegarem ao seu anúncio, maior será o custo (e, consequentemente, o potencial de aumento de suas vendas online), sempre dentro de seu limite mensal. 

 

Social Ads

Os Social Ads são os anúncios em redes sociais como o Facebook, Instagram e LinkedIn. 

Com amplo alcance de mercado, as redes sociais são excelentes plataformas para se investir dentro de seu planejamento de mídia digital paga.

A seguir, veja alguns detalhes sobre as três redes:

 

Facebook Ads

A grande vantagem de anunciar no Facebook é poder reforçar seu posicionamento em uma rede que, hoje, conta com mais de 1,6 bilhão de pessoas conectadas em todo o mundo.

Para fazer um anúncio na rede, você terá que acessar a plataforma do Facebook Business, e, de modo semelhante ao Google Ads, definir:

  • Objetivo da campanha;
  • Onde irá veicular seu anúncio (Messenger, Facebook, todos os canais da rede);
  • Definir o orçamento (que pode ser diário ou total, com base no intervalo de tempo da campanha);
  • Escolher o formato do anúncio – há diferentes opções, que incluem desde apresentações multimídia até imagens estáticas ou mesmo anúncios interativos; 
  • Enviar pedido e participar do leilão de anúncios do Facebook – que determina os melhores Ads para distribuir de acordo com público e faixas de horário;
  • Mensurar os resultados.

Tem dúvidas sobre como criar uma conta no Facebook Business? Veja este passo a passo que produzimos para você!

 

Instagram Ads

Por meio do Instagram Ads, você poderá impulsionar o potencial do marketing digital de sua loja online em uma das redes que mais gera vendas no Brasil e no mundo.

A rede possui cinco formatos principais de anúncio:

  • Foto;
  • Vídeo;
  • Carrossel;
  • Coleção;
  • Anúncios via Stories.

Além de um perfil empresarial, você também precisará ter uma conta no Facebook Business para criar e gerir seus anúncios no Instagram

Com isso, você também poderá criar anúncios conjuntos para o Facebook e Instagram, ampliando a capilaridade das campanhas de mídia paga para sua loja virtual e podendo também começar a vender pelo Instagram.

 

LinkedIn Ads

Por ser uma rede profissional, o LinkedIn é um ótimo canal de mídia paga para o mercado de e-commerce B2B, gerando anúncios assertivos e com alto potencial de conversão.

Justamente por isso, os anúncios via LinkedIn Ads costumam gerar um custo mais elevado e devem ser planejados de modo estratégico para que o Custo de Aquisição Por Cliente (CAC) compense o investimento.

Atualmente, o LinkedIn trabalha com 6 formatos principais de anúncio:

  • Conteúdo Patrocinado – artigos e materiais exclusivos da empresa divulgados para o público segmentado;
  • Mensagem Patrocinada – mensagem direcionadas para personas muito bem definidas de uma empresa, que as recebem em seu Inbox;
  • Display Ads – anúncios distribuídos em bordas de página do LinkedIn que funcionam como o modelo tradicional de banners e links patrocinados, por exemplo;
  • Anúncios Dinâmicos – Anúncios mais interativos, no qual a empresa pode adicionar botões e outras ferramentas de engajamento;
  • Text Ads – semelhantes ao display ads, os anúncios em texto são campos discretos distribuídos na tela de navegação do LinkedIn;
  • Anúncios de vídeo – recurso audiovisual para a divulgação de campanhas de mídia paga. 

 

Remarketing

O remarketing é um modelo de mídia paga no qual, por meio de um estudo aprofundado sobre os hábitos de navegação de seu público-alvo, uma empresa pode fazer anúncios em outros sites para leads que já visitaram sua página.

A ideia é fazer com que o cliente mantenha seu interesse em uma compra, mesmo que não tenha concluído as etapas finais no carrinho de uma loja online

Há alguns caminhos para se investir no remarketing, incluindo, por exemplo:

  • Envio de e-mails para clientes que não finalizaram uma compra;
  • Anúncios em sites parceiros do Google através do Google Ads;
  • Campanha de remarketing nas redes sociais. 

 

Anúncios em veículos da mídia digital

De modo semelhante aos modelos tradicionais da mídia impressa, também é possível investir em anúncios e conteúdo patrocinado em veículos digitais estratégicos para sua marca.

É um caminho interessante para empresas que desejam reforçar sua credibilidade no mercado e atrair leitores de veículos cujo público-alvo está relacionado com suas personas. 

Confere Shop loja online grátis

Diferenças entre mídia paga e mídia orgânica

De modo objetivo, enquanto a mídia paga envolve toda campanha com direcionamento de recursos financeiros, a mídia orgânica inclui estratégias que não trazem custos diretos.

Em um mundo ideal, sua loja virtual deverá trabalhar deverá investir tanto em mídia orgânica quanto em mídia paga para gerar resultados.

E isso porque, enquanto a mídia orgânica (blogs, posts tradicionais em redes sociais, materiais de marketing digital) traz mais consistência e um senso de continuidade para o seu planejamento de marketing digital, a mídia paga irá ampliar o alcance e a velocidade de conversão para ações mais específicas e estratégicas.

Por que e quando investir em campanhas de mídia paga?

Conforme citado acima, uma campanha de mídia paga bem planejada pode trazer novos visitantes para o seu site, aumentando o tráfego e o potencial de aquisição de novos clientes. 

Dito isso, pensando na realidade de uma loja virtual que está começando no mercado, o ideal é que você invista em mídia paga quando já tiver recursos para direcionar uma base mínima mensal de seu marketing digital para anúncios e links patrocinados.

E isso porque, dificilmente, você terá ganhos significativos com ações pontuais ou isoladas. 

Em outras palavras: comece com pouco, mas tenha capacidade para investir de modo constante.  

Além disso, é indispensável já contar com uma análise mais detalhada de seu público-alvo, de modo que possa direcionar suas campanhas de modo assertivo.

Finalmente, ao investir em mídia paga para sua loja virtual, considere que, no médio/longo prazo, se sua campanha estiver bem estruturada, a tendência é que você cresça de modo mais expressivo.

E isso também traz desafios logísticos, de atendimento e a necessidade de um posicionamento de marketing multicanal nas redes sociais, apenas para citar alguns pontos.

Sendo assim, é importante avaliar se você sua loja virtual já está pronta para abraçar um movimento mais robusto de crescimento.

Quanto custa investir em mídias pagas?

Muitos empreendedores do e-commerce têm dúvidas sobre quanto custa investir em uma mídia paga.

A verdade é que essa é uma questão muito relativa. 

Em tese, a partir de R$ 5,00 você já consegue investir no Google Ads e com um orçamento mínimo de R$ 20,00 diários, poderá anunciar no LinkedIn Ads. 

Mas estes valores são apenas o ponto de partida de um cálculo mais complexo, no qual você deverá avaliar:

  • Sua real capacidade de investimento;
  • O Custo Por Clique (CPC) de cada rede social;
  • Quantos cliques são necessários, em média, para que eu converta um anúncio em venda;
  • O tempo que irei deixar o anúncio no ar.

A partir destas diretrizes, você poderá definir com mais clareza uma campanha de mídia paga para sua loja virtual e se, de fato, já vale a pena para seu e-commerce investir nessa estratégia.

 

Benefícios e desafios das mídias pagas para o seu marketing digital

Agora que você já conhece os pontos centrais para poder iniciar uma estratégia de mídia paga, vale a pena resumirmos os benefícios que os anúncios na web podem trazer para sua loja virtual.

Dentre as vantagens, podemos citar:

  • Alto potencial de geração de tráfego para o seu site;
  • Aumento do número de clientes e de faturamento no médio/longo prazo, por meio de ações bem planejadas de mídia paga;
  • Maior destaque para seu e-commerce em ferramentas de busca e principais redes sociais;
  • Ganho de relevância no mercado;
  • Reforço de suas estratégias de mídia orgânica.

Por outro lado, conforme reforçamos ao longo deste artigo, para ter sucesso nos canais de mídia paga, você precisará superar alguns desafios importantes, incluindo:

  • Exigência de maior cuidado na análise e desenho de suas campanhas, do contrário, sua loja virtual poderá perder recursos financeiros importantes com campanhas pouco assertivas;
  • Custo alto de investimento em algumas redes ou canais;
  • Possível necessidade do apoio de especialistas ou da construção de um time de marketing mais robusto para o sucesso das campanhas.

Dito isso, ao seguir as recomendações aqui expostas, temos certeza que as chances de ser bem-sucedido com seus anúncios serão significativas.

Estude o contexto de sua loja virtual e se planeje para investir em mídia paga, conquistando assim, resultados que poderão alavancar seu sucesso no e-commerce!

New call-to-action

Este texto foi escrito por João Barros.