Logística para e-commerce: como funciona e o que você deve acompanhar

Por Miriam Barros

Quando falamos de logística para e-commerce, podemos pensar em diversos elementos que a compõem, como armazenamento, transporte, recepção e distribuição de mercadorias. É muito importante que exista um bom planejamento do setor para que a loja virtual possa prosperar.

O planejamento se torna mais que necessário quando entendemos que toda a experiência - da compra ao recebimento do produto - impacta diretamente na satisfação do seu cliente. 

O consumidor deseja receber um produto de qualidade, bem embalado e que atenda às suas expectativas. Agora, fica a dica: mais da metade das lojas virtuais não conseguem entregar a experiência que seu cliente espera.

Por isso, ao falarmos de comércio eletrônico, é bom ter em mente que um dos pontos cruciais para ter sucesso é garantir uma boa experiência de compra para seu cliente. Não adianta ter preços atrativos se a experiência não compensar para seu público.

Por isso, vamos entender as variáveis que envolvem o planejamento de logística de um e-commerce e garantir que elas sejam colocadas em prática na sua empresa!

New call-to-action

O planejamento da logística no e-commerce

Um bom planejamento de logística envolve o conhecimento de todas as etapas que a constituem. É necessário saber monitorar todos os processos e entender como melhorá-los com o passar do tempo.

Quem tem uma loja virtual precisa ter uma boa logística. A função desse setor é controlar tudo o que está relacionado ao armazenamento, expedição e entrega.

Cuidar da logística de um e-commerce consiste em controlar e acompanhar algumas tarefas principais, são elas: reposição de estoque, recebimento e conferência de mercadoria, armazenamento bem organizado e identificado, separação de pedidos, preparação de produto para envio, envio para transportadora, rastreamento de pedidos e controle de entrega.

Por isso, para que a logística da sua loja online seja um sucesso, é necessário, antes de tudo, PLANEJAR. Planejar, monitorar e melhorar com o tempo - esse é o caminho ideal!

Existem três níveis para o planejamento da logística no e-commerce, são eles:

 

- Estratégico: nesta etapa, são definidas as metas e os objetivos do e-commerce, geralmente de longo prazo. Antes de definir, é necessário entender bem sobre seu negócio para que o planejamento estratégico seja um reflexo da realidade da empresa.

 

- Tático: nesta etapa, definimos as ações necessárias para alcançar os objetivos propostos na etapa anterior. É aqui que as tarefas são divididas por áreas e começam as orientações de processos a nível operacional.

 

- Operacional: as ações da etapa anterior agora são colocadas em prática. Nesta etapa, é feito o monitoramento com o intuito de gerar dados para serem analisados no nível estratégico e, assim, repetir o ciclo a fim de implementar melhorias no processo.

Planilhas

O que precisa ser avaliado em seu planejamento

 

Controle de estoque

Ao pensar na logística de um e-commerce, é importante lembrar de um fator que diferencia a sua dinâmica de uma loja física: a loja virtual está aberta 24h por dia, 7 dias por semana. 

Por isso, monitorar o estoque é essencial para poder atender a demanda do seu público e, também, saber exatamente quando é necessário comprar mais material/produto com seus fornecedores.

E não adianta pensar que a solução para isso é manter uma grande quantidade de produtos em estoque, porque isso aumenta custos de armazenamento e também compromete o espaço que você poderia utilizar para armazenar outros produtos. A depender do tipo de produto que você trabalhe, ainda corre o risco de grandes perdas de estoque.

Ao mesmo tempo, trabalhar com quantidades pequenas de estoque pode fazer com que sua loja virtual não atenda a demanda existente, o que afeta diretamente a experiência do seu possível comprador, te faz perder vendas e perder um futuro cliente.

Por isso, é mais do que necessário controlar o seu estoque! As consequências são: reduzir seus custos de armazenamento, utilizar melhor o espaço do seu galpão/armazém e nunca deixar de atender as demandas dos seus clientes!

 

Planilha controle de estoque
Gestão de transporte

Estamos falando da etapa que gera mais custos para a logística da sua loja virtual. Por isso, é necessário bastante atenção à ela!

Como falamos no início do post, a experiência do cliente no mundo das compras online é o ponto a se tratar como prioridade para que sua loja virtual tenha sucesso. Receber encomendas no tempo previsto garante que boa parte dessa experiência seja positiva.

Por isso, é importante estar atento às possibilidades de problemas que podem surgir nessa etapa, para garantir que o produto chegue ao seu destino final dentro do prazo estimado. 

Dentro dessa gestão, existem algumas atividades como o cálculo do custo de entrega, roteiro de entregas, negociação com transportadoras e outros meios de envio e a automatização do transporte.

Oferecer mais de uma opção de entrega para o seu cliente final é essencial, pois muitas vezes um cliente tem mais urgência do que outro. 

Outro caso é o de um cliente que mora relativamente perto de sua sede. Se você trabalha com produtos pronta-entrega, oferecer a opção de entrega por motoboy é bom para fidelizar ainda mais esse cliente, que saber que não vai precisar esperar tanto por suas mercadorias futuramente.



Controle de custos logísticos

Existem custos que são necessários para garantir que todos os processos de sua empresa funcionem. Esses são os custos logísticos, e eles precisam ser controlados e monitorados, afinal, essas despesas geram grande impacto no faturamento de qualquer negócio.

Todo e-commerce deve realizar um monitoramento constante destes custos, com o intuito de entender formas de diminuí-los, sem que isso comprometa a qualidade do serviço que sua empresa presta.

Com a gestão dos custos logísticos, seu negócio só tem a ganhar! Os principais benefícios são: redução de custos, maior produtividade, maior lucratividade, possibilidade de investimento em outras áreas, maior competitividade com a concorrência.

 

Indicadores de desempenho

Para que você saiba que está tomando decisões corretas, é necessário analisar sempre os seus KPIs (Key performance indicator), ou seja, seus indicadores de performance. 

É através dessas métricas que você consegue avaliar de forma eficiente como anda o desempenho dos processos relacionados à logística da sua empresa (e outros setores).

Para um e-commerce, sugerimos que você não deixe de acompanhar o número de vendas, número de visitantes na sua loja virtual, o ROI (retorno sobre investimento), CAC (custo de aquisição por cliente), taxa de abandono do carrinho, ticket médio e taxa de conversão.

Quando falamos de logística, é importante também se atentar ao On Time in Full (OTIF), que serve para medir a eficiência do cumprimento de prazos e de todos os processos do atendimento ao cliente.

New call-to-action