Como criar uma loja virtual de roupa? Passo a passo completo

Por Miriam Barros

Quer aprender como criar uma loja virtual de roupa? Veio ao lugar certo!

De acordo com a pesquisa Webshoppers realizada pela Ebit/ Nielsen, as vendas das lojas virtuais no primeiro semestre de 2020 chegaram à incrível marca de R$ 38,8 bilhões. 

Além disso, em sétimo lugar de vendas online, estão as roupas e calçados. Percebe-se então que criar uma loja virtual de roupa pode ser a oportunidade perfeita para quem deseja ter um empreendimento de sucesso.

Quer saber mais sobre o assunto? Neste texto explicaremos tudo detalhadamente para você! 

Diremos quanto custa abrir uma loja de roupas, o passo a passo e como criar sua loja de roupas no Instagram. Também vamos explicar qual a melhor plataforma para começar sua loja e se destacar dos concorrentes. Confira!       

Nova call to action

Quanto custa abrir uma loja de roupas online?

Para abrir uma loja de roupas online, você não precisará de muito capital inicial para investir. Isso porque não é necessário gastar com estoque muito grande, aluguel de local ou pagamento de funcionários que trabalham na loja. 

Sendo assim, para abrir uma loja de roupas faça um planejamento de quanto será preciso investir em tecnologia (pense se você usará uma plataforma de e-commerce paga), qual a quantidade de produtos comprados inicialmente e tudo o que é preciso para fazer a loja começar a funcionar.

Além disso, procure bastante por fornecedores confiáveis e que ofereçam um preço bacana para começar mesmo com pouco dinheiro.

 

Quais são as vantagens em fazer compras em lojas online?

Caso você ainda tenha dúvidas em relação aos motivos pelos quais investir em uma loja de roupas virtual. Veja 6 vantagens que levam os consumidores a comprar em lojas online:

  • Funcionamento em tempo integral;
  • Opções diversas de produtos;
  • Opinião de outros usuários;
  • Variedade em pagamento;
  • Privacidade ao usuário;
  • Comodidade sem sair de casa.  

 

Como montar uma loja de roupas com pouco dinheiro?

Se você deseja criar uma loja virtual de roupa gastando pouco é possível. Isso porque você pode economizar com gastos em infraestrutura física, pagamento de funcionários e estoques. 

Sendo assim, pense em quais são os pontos em que é possível economizar, em e-commerce com cadastro gratuito, em marketing digital e outros que podem ser facilitados quando você precisa gastar menos. 

 

Como montar uma loja virtual de roupas?

Então, vamos agora ao passo a passo para criar sua loja virtual de roupa e começar a empreender com sucesso!

 

  • Planeje o seu negócio

Toda empresa que deseja crescer de forma saudável precisa ter um plano de negócios. Isso porque esse instrumento é essencial para que você saiba em quais pontos é preciso melhorar, o que é preciso fazer e tudo o que é necessário para tornar a sua loja real.

Para isso, o planejamento deve ter informações específicas sobre a abertura da sua loja. Desde quais são os objetivos da loja, onde se deseja que ela chegue em alguns anos e aspectos operacionais como produção, distribuição e marketing.

Neste artigo que ensina todo o passo a passo completo para começar uma loja virtual, mostramos como fazer um plano de negócios.

 

  • Escolha o seu nicho

Ao criar uma loja virtual de roupa é preciso escolher o nicho de mercado para o qual você pretende segmentar o seu comércio. 

Sendo assim, pense em quais são os públicos com os quais gostaria de trabalhar. Como exemplo, é o nicho jovem, fitness, fãs de rock? Quanto mais específico for o perfil do seu cliente, mais fácil será para atrair os consumidores e os fidelizar.

Estude bastante sobre o público que deseja atingir, o que eles gostam de consumir e quais lojas costuma comprar. Assim, você terá as principais informações para oferecer produtos atrativos e competitivos no mercado.

 

  • Escolha entre site próprio ou plataforma de e-commerce

Neste momento é preciso escolher entre criar um site próprio para a sua loja ou ainda criar conta em uma plataforma de e-commerce. Para isso deve-se levar em consideração os seguintes aspectos:

  • Tempo;
  • Recursos financeiros;
  • Entendimento de conhecimentos técnicos. 

Caso você não tenha tempo, recursos financeiros ou de conhecimentos técnicos para criar a sua loja o ideal é pesquisar por plataformas de e-commerce que possam dar o devido suporte para a sua empresa. 

Com elas você conseguirá montar a estrutura completa do seu negócio e terá mais tempo para investir em outras melhorias.

Com a Confere Shop, você monta sua loja em apenas 3 minutos e totalmente grátis! A loja é integrada com as principais redes, como Instagram e Facebook Shop. Conheça a Confere Shop e comece a criar sua loja!

 

  • Regularize a sua empresa

É essencial que você tenha autorização do governo para começar a vender, mesmo que sua loja seja online. Para isso não é preciso gastar tempo e dinheiro com um processo burocrático. 

Você pode abrir seu MEI gratuitamente pela internet por meio do Portal do Empreendedor. O processo é totalmente gratuito e logo após a sua abertura será preciso somente conseguir autorização para emitir nota fiscal. 

Caso precise abrir um CNPJ pelo Simples Nacional, é recomendado procurar ajuda de um contador para auxiliar neste processo.

 

  • Escolha bons fornecedores 

Imagine criar uma loja virtual de roupa e não ter produtos de boa qualidade para oferecer para o seu cliente? Isso fará com que eles coloquem a responsabilidade da qualidade do produto em você e não em seu fornecedor. 

Por isso ter bons contatos é primordial para disponibilizar ótimos produtos para seus consumidores.

Sendo assim, não deixe de comparar a qualidade das peças de cada um dos fornecedores, além disso busque analisar os valores e prazos de entrega. 

Garanta que os produtos estarão em boa qualidade e sempre dentro do prazo e não se esqueça de avaliar a disponibilidade do fornecedor caso haja algum problema com as encomendas.   

 

  • Cadastre seus produtos

Essa é uma das etapas mais importantes quando você está abrindo a sua loja. Isso acontece porque o cliente terá acesso às peças somente pelas imagens e descrição expostas no site. 

Por isso, é primordial que essa parte seja sempre priorizada. Para isso, não deixe de tirar boas fotos das peças e preencher o campo de descrição com o máximo de detalhes, como tipo de tecido do produto e quais medidas ele veste.

Capriche também nas fotos. Aproveite e mostre as roupas em diversos modelos, com corpos e etnias diferentes!

 

  • Escolha os meios de pagamento

Por fim, é primordial escolher os meios de pagamento da sua loja. Não deixe nunca de oferecer variados meios de pagamento para o cliente, dessa forma a probabilidade dele é muito maior. 

Além disso, fique atento também para quais são os métodos de pagamento preferidos dos consumidores, no Brasil eles costumam usar o cartão de crédito e o boleto bancário.

Mas não deixe de oferecer outras opções recentes, como PIX, Google Pay, Apple Pay e outros.

Qual é a melhor plataforma para se criar uma loja virtual?

Agora que você sabe como criar uma loja virtual de roupa, detalharemos como escolher a melhor plataforma de e-commerce para a sua empresa. 

Para isso você precisará analisar três importantes aspectos:

 

  • Analise se a plataforma oferece a melhor experiência para o usuário

Antes de tudo é preciso analisar qual a experiência que os seus clientes terão com a plataforma escolhida. Por isso analise primeiramente pela visão do usuário. 

Para isso perceba se ela carrega rapidamente, se todas as informações são fáceis de serem entendidas e qual o layout do site. 

Não se esqueça também de analisar as formas de pagamento disponíveis (perceba se é possível adicionar cartão de crédito e boleto bancário), se há integração de logística (como os Correios ou outras transportadoras). 

 

  • Analise os recursos e funcionalidades 

Agora é o momento de analisar quais os recursos e funcionalidades que a plataforma oferece para você como vendedor. Para isso veja quais as funcionalidades disponíveis que ela tem para que você possa vender dentro do seu modelo de negócios. 

Sendo assim, observe quais são os recursos front end (aqueles que ficam visíveis para os clientes) e os back end (gestão por trás da loja virtual). 

Lembre-se de que a comunicação visual da plataforma é primordial tanto para o cliente, como também para você que precisará manejar bem todos os recursos da plataforma. 

 

  • Veja se a plataforma é amigável para SEO

Depois de analisar qual a experiência do usuário e os recursos disponíveis da plataforma, é preciso entender se ela é amigável para SEO. 

Isso porque é por meio de estratégias de SEO que o Google percebe que sua página é importante e deve ser apresentada para os usuários. Para isso observe-se se a plataforma permite:

  • Integração ao Google Analytics;
  • Alteração de títulos das páginas;
  • Criação de URLs amigáveis;
  • Inclusão das tags canonicals; 
  • Realização de redirecionamentos.  

Como se destacar da concorrência?

As lojas que não se destacam online acabam por não conseguirem vender e consequentemente precisam fechar as portas cedo.

Para isso, investir em marketing digital e no cuidado com o cliente é essencial. 

Busque entender quem é o seu cliente, quais são as suas dores e o que é você pode fazer para ofertar o melhor tratamento para ele. 

Além disso, não deixe de publicar nas redes sociais e estudar marketing digital para tornar sua loja conhecida. Neste guia completo, mostramos como criar estratégias de marketing digital para loja online.

Como montar uma loja virtual de roupas no Instagram?

Para quem deseja criar uma loja virtual de roupa, o Instagram é essencial para ter sucesso nas vendas. Afinal, muitos de seus futuros clientes estarão na plataforma, que se tornou um dos principais locais para realizar compras.

Então, é hora de criar sua loja virtual de roupas no Instagram e ativar a famosa sacolinha no perfil da sua loja!

Quer aprender todo o passo a passo para criar sua loja? Confira nosso artigo sobre o Instagram Shopping ou assista o vídeo que gravamos com um passo a passo super simples:

New call-to-action

Este texto foi escrito por Luiza Cristina Sousa.