Seja eficiente para organizar o fluxo de caixa da sua empresa!

Por Miriam Barros

O fluxo de caixa é a ferramenta mais importante para o controle financeiro de uma empresa. Monitorar a movimentação de capital permite organizar os gastos e fazer uma gestão eficiente.

Empresas que não conseguem administrar seu fluxo de caixa provavelmente terão problemas financeiros. Portanto, para crescer, é necessário manter um Fluxo de Caixa organizado e atualizado.

Nova call to action

O que é o fluxo de caixa?

O fluxo de caixa nada mais é do que o registro das movimentações de entrada e saída de dinheiro de uma empresa em um determinado período de tempo.

Para ter um eficiente controle financeiro é necessário que todas as movimentações financeiras sejam registradas.

Basicamente o fluxo de caixa de toda empresa funciona do mesmo jeito. De um lado tem o dinheiro que entra, seja ele dinheiro arrecadado com a venda de produtos ou de serviços e do outro o dinheiro que sai que inclui gastos com fornecedores, aluguel, colaboradores, entre outros.

O que muda nessa movimentação financeira são os prazos em que isso ocorre. Portanto, em alguns casos é necessário antecipar este controle para evitar a falta ou excesso de dinheiro no caixa.

Um fluxo de caixa bem feito e atualizado permite ver de onde o dinheiro está vindo e para onde ele está indo e, dessa forma, tomar as melhores decisões relacionadas à saúde financeira do negócio.

Seja analisar a viabilidade de promoções, cortar gastos, evitar, controlar melhor o estoque, conter a inadimplência, entre outros.

Dicas para consiga organizar o Fluxo de Caixa com eficiência

A organização eficiente do fluxo de caixa pode ser determinante para seu negócio prosperar, já um controle financeiro mal realizado pode decretar o fim da empresa.

Para que você consiga administrar melhor o fluxo de caixa da sua empresa, separamos algumas dicas, são elas:

 

1. Determine um período para o seu fluxo de caixa

Diferentes tipos de negócios podem ter um período de movimentação financeira diferente. Há aqueles em que é necessário controlar o fluxo de caixa por dia, já outros, permitem que esse controle seja semanal ou até quinzenal ou mensal.

Por isso, determine um período eficiente para controlar de acordo com o seu ramo.

Tome cuidado para não deixar um período muito longo, pois o risco de perder o controle do seu fluxo de caixa é maior.

 

2. Registre todas as movimentações financeiras

Registre todas as movimentações financeiras da sua empresa, independentemente do valor, já que mesmo quantias pequenas fazem diferença na soma final.

Tudo deve ser registrado, tanto as contas a receber, quanto as a pagar, sejam elas gastos fixos ou variáveis.

Dessa forma, você organiza as contas da maneira correta e podem inclusive projetar suas despesas e evitar que falte dinheiro no caixa

 

3. Mantenha o Fluxo de Caixa atualizado

Se sua empresa tem muitas movimentações financeiras, o ideal é que atualize o fluxo de caixa diariamente, assim, evita maiores trabalhos futuramente além de evitar erros com esquecimentos.

 

4. Verifique o fluxo de caixa e avalie seu capital

Acompanhe de perto a movimentação do seu fluxo de caixa e faça projeções, assim, você pode se planejar e evitar surpresas desagradáveis.

Você sabe se os resultados das vendas foram bons? Uma grande quantidade de vendas não é garantia de lucro se suas despesas forem altas. Saber como está seu capital real só é possível com um fluxo de caixa eficiente.

Se os resultados não estão como os esperados, pode ser a hora de renegociar contratos, procurar outros fornecedores, aumentar ou diminuir o preço de determinado produto ou serviço, ou seja, tomar atitudes antes que a situação financeira se complique.

 

5. Conte com um sistema ERP

Além de atualizado, seu fluxo de caixa deve se manter organizado. Apesar de ser possível utilizar cadernos e planilhas para registrar as movimentações financeiras, esta está longe de ser a melhor opção, pois está mais sujeito a erros e fica mais difícil de visualizar de onde vêm os principais gastos e receitas, nem é possível antecipar os problemas.

Para garantir um maior nível de segurança e controle é recomendado o uso de um software de gestão empresarial com módulo financeiro. Dessa forma, você deixa o seu trabalho mais prático, seguro e preciso.

Um sistema específico auxilia na gestão financeira ao permitir que você controle de perto todas as contas a pagar e a receber, além de emitir relatórios que facilitam a visualização das movimentações da sua empresa e uma projeção da situação financeira da sua empresa para que você analisar os gastos futuros e tomar as decisões certas.

O software de gestão empresarial não só facilita o fluxo de caixa e a gestão financeira, como também integra outros setores, permitindo o melhor controle de estoque, de orçamentos e vendas, emissão de notas fiscais e boletos.

Tudo para você conseguir fazer uma boa gestão da sua empresa em um só lugar de forma rápida, simples e intuitiva.

Nova call to action