Precificação de produtos: como calcular preço de venda corretamente

Por Miriam Barros

Precificação de produtos corresponde ao ato de atribuir um preço a um determinado bem ou serviço. Mas como fazê-lo da forma correta, para que sua loja virtual garanta seu lucro?

Sem dúvida, essa atividade é estratégica para o sucesso do negócio, pois envolve a consideração de inúmeras variáveis e recursos empresariais. 

Muitas empresas ainda estabelecem os preços apenas baseado na concorrência ou em uma margem de lucro desejada. No entanto, cada empresa possui uma estrutura de custos e despesas que precisa ser levada em conta na determinação do preço de venda.

Entenda com esse artigo como calcular o preço de venda corretamente, levando em conta todos os recursos e variáveis envolvidos. 

Além disso, aproveite para conhecer ao final nossa planilha de precificação de produtos!

Loja online gratuita Confere Shop

O que é precificação de produtos?

Precificação de produtos é a ação de definir um valor quantificável para a venda de produtos ou serviços. Ou seja, é o preço que o cliente deve pagar para comprar um item que está sendo oferecido pela empresa.

É preciso estar ciente que precificar é uma atividade complexa, pois é um processo que recebe a influência de elementos externos a empresa. Além disso, são muitas variáveis e recursos que devem ser levados em conta para realizar o cálculo do preço de venda.

Isto porque o preço de venda deve ser definido para que possa cobrir os custos e despesas das atividades da empresa. Além disso, precisa gerar um lucro para os sócios, fazer frente à concorrência e ser justo para o cliente.

Saiba que o processo de precificação de produtos é um dos fundamentos principais do marketing para sustentar um negócio. Por isso, veja as quatro variáveis do marketing mix, os chamados 4ps, que mostram a importância do preço na estratégia empresarial, que são:

  • Produto: leva em conta os diferenciais e benefícios dos produtos e serviços que podem ser oferecidos aos clientes;
  • Preço: é o processo de precificação a partir dos custos, padrões de mercado, valor agregado e percepção de valor do consumidor;
  • Praça: indica o ponto de venda que tenha uma boa localização com os processos de distribuição estabelecidos de forma eficiente;
  • Promoção: está relacionado com as estratégias de comunicação e de divulgação utilizadas para atingir o seu público-alvo

Portanto, esses elementos evidenciam os pontos a serem trabalhados com muita atenção para garantir o sucesso do negócio. Principalmente em termos do preço, pois é o fator determinante para a boa saúde financeira da empresa

Planilha gratuita precificação de produtos

Importância de calcular o preço corretamente

Saiba que a melhor forma para esclarecer a importância de calcular o preço de venda de forma assertiva é apresentando os objetivos de uma precificação de produtos, que são:

1º: Quando o preço é justo para o cliente, saiba que é muito mais fácil de manter o cliente satisfeito e continuar comprando da empresa;

2º: O preço determinado pela empresa também é uma forma de atingir o público-alvo, pois é mais ou menos acessível para um grupo do que para outro. Desse modo, a empresa consegue indicar qual é o seu público e atender às suas necessidades e desejos;

3º: A política de preços definida de forma estratégica pela empresa permite fazer frente a concorrência, estabelecendo um preço de forma competitiva;

4º: O preço é calculado tendo em vista a margem mínima que é aceitável. Desse modo, a empresa tem condições de adotar uma política de descontos e promoções coerente com a sua estrutura financeira e retorno. Ou seja, não terá prejuízo com essas ações;

5º: Se a precificação é calculada de forma assertiva os resultados serão positivos. Pois, deve ser desenvolvida tendo em vista a lucratividade do negócio, bem como o crescimento e investimentos a longo prazo;

6º: Com uma determinação do preço de venda calculado com base nos custos e despesas da empresa, é certo que conseguirá arcar com suas obrigações financeiras em dia. Além disso, consegue manter a saúde do negócio e planejar investimentos futuros.

É fácil perceber a partir dos objetivos apresentados, como que o processo de precificação de produtos constitui o eixo central de uma gestão estratégica focada no crescimento sustentável.

Qual a diferença entre preço e valor?

Normalmente, ocorre uma certa confusão entre os conceitos de preço e valor para produtos e serviços. Por isso, vamos diferenciar cada um deles da seguinte forma:

 

Preço

Este indica a quantidade de dinheiro necessária para adquirir um produto ou serviço, ou seja, é o aspecto monetário e tangível do preço.

 

Valor 

Neste caso, deve ser considerado o que o produto ou serviço entrega para o cliente em termos de benefícios e diferenciais. Ou seja, é o aspecto simbólico e intangível do preço. 

Assim, ao definir o preço de um produto e serviço é preciso levar em conta que o valor deve ser percebido pelo cliente a partir dos aspectos simbólicos e intangíveis. Sem dúvida, são as vantagens e os diferenciais oferecidos ao cliente que o levam a decidir pela compra. 

É importante salientar que o cliente ao adquirir um item tem em vista uma relação envolvendo ganhos versus preços. Ou seja, estabelece uma análise de custo-benefício para a compra. Sem dúvida, quanto mais vantagens obter, maior é a disposição para comprar. 

Confere Shop loja online grátis

Como agregar valor ao seu produto?

Atualmente, é muito comum ouvir a expressão “agregar valor” aos produtos ou serviços. No entanto, nem sempre é claro o que isso significa e como isso deve ser feito pelas empresas.  

De uma maneira simples, a expressão “agregar valor” significa exatamente tudo aquilo que a empresa pode fazer para tornar o seu produto ou serviço mais atrativo para o cliente. Ou seja, é a ideia de enriquecer o item com diferenciais e benefícios para ganhar o consumidor.

Isto porque quanto maior for o valor agregado percebido pelo cliente no produto ou serviço, maior será a sua satisfação ao realizar a compra. E, desse modo, a experiência do cliente com a empresa será extremamente positiva e satisfatória

Portanto, agregar valor é uma estratégia desenvolvida pela empresa que irá mudar por completo a percepção do consumidor acerca do produto ou serviço e do preço estipulado. 

Desse modo, o cliente irá aceitar pagar o preço cobrado em função do valor agregado percebido ao analisar o produto ou serviço que estiver adquirindo.

4 dicas para calcular a precificação de produtos 

Definir a precificação de produtos é uma ação estratégica que gera para a empresa os seguintes resultados:

  • Permite maximizar as vendas e obter resultado imediato no faturamento;
  • Otimizar a participação da empresa no seu nicho de mercado;
  • Responder de forma competitiva as ações da concorrência.

Por isso, para estabelecer a precificação de seus produtos de forma assertiva vamos apresentar algumas dicas, que são as seguintes:

 

Calcule o preço por unidade, levando em consideração as despesas e custos 

Para calcular o preço por unidade do produto é preciso que faça o levantamento de quanto gastou para produzir os produtos. Nesse sentido, é necessário considerar o custo que teve com matéria-prima e insumos. Além disso, também tem a mão de obra e outras despesas.

Sem dúvida, para chegar ao preço por unidade é preciso conhecer primeiro o custo por unidade. Assim, é preciso fazer todo o levantamento dos custos, despesas, dentre outros.

 

Defina sua margem de lucro para a precificação de produtos 

Saiba que margem de lucro é uma definição que a empresa deve fazer tendo em vista os seus objetivos estratégicos para o negócio. Além disso, tem de considerar quantos produtos precisa vender para cobrir os custos operacionais das suas atividades.

Desse modo, definir a margem de lucro leva em conta todos esses fatores e a expectativa de rentabilidade dos sócios.  Por isso, no processo de precificação de produtos a empresa precisa já saber quanto deseja obter de retorno de suas atividades.

 

Custos fixos vs. variáveis

Para trabalhar assertivamente na formação do preço de venda, é preciso considerar em termos de custos fixos e variáveis. Neste sentido, é interessante esclarecer a diferença entre eles, sendo que custos fixos existem independente do valor do faturamento.

Ou seja, são gastos que não importa se está vendo muito ou pouco, eles são pagos mensalmente para permitir que a empresa desenvolva suas atividades. Por exemplo: aluguel, folha de pagamento.

Agora, os custos variáveis estão diretamente relacionados com a quantidade produzida, pois aumentam ou diminuem conforme o volume de produção é alterado. Além disso, para adicionar esses valores ao preço dos produtos podem ser considerados dois critérios:

  • Pode diluir os custos fixos no mix de produtos a partir da alocação de percentagens de contribuição diferenciada para cada um deles. Desse modo, é feita uma estimativa de quantos devem ser vendidos para cobrir as operações, o que sobrar é o lucro líquido.
  • Outra alternativa, é realizar a estimativa de um preço final que gere uma margem de contribuição para a empresa. Desse montante, é extraída a parte dos custos fixos e variáveis, sendo que o restante é o lucro líquido.

Além disso, nas duas situações apresentadas devem ser incluídos os impostos.

 

Fique de olho no mercado para a precificação de produtos 

É de extrema importância fazer uma pesquisa de mercado para realizar um mapeamento da estratégia de preços que está sendo utilizada pela concorrência. Pois, é necessário que a precificação dos produtos da empresa esteja compatível com o mercado.

É interessante salientar que a empresa não deve estabelecer um preço de venda baseado apenas na sua concorrência. Visto que tem uma estrutura de custos que precisa ser coberta pelo preço de venda praticado.

Assim, é preciso desenvolver os cálculos necessários considerando a estrutura de custos da empresa e os preços praticados no mercado. 

Baixe nossa planilha de precificação de produtos!

O processo de precificação de produtos e serviços é uma estratégia de sustentação e crescimento para o negócio. Por isso, deve ser realizado de forma assertiva visando garantir a rentabilidade e boa saúde financeira da empresa.

Para tornar essa tarefa mais fácil para sua loja, estamos disponibilizando a nossa planilha de precificação de produtos para que você possa baixar e usar para calcular os preços e custos de seus produtos de forma automatizada!

Na planilha, você terá acesso a:

  • Cadastro de custo fixo e tempo para cada produto ser feito;
  • Mapear materiais e tempo de produção;
  • Calcular a capacidade de produção da sua loja;
  • Calcular o rateio dos custos fixos e total, e chegar no valor final, com comissão e impostos já inseridos.

Nova call to action

Este texto foi escrito por Luiza Cristina Sousa.