Qual a melhor maquininha de cartão para o seu negócio?

Por Miriam Barros

O cartão tornou- se um meio de pagamento essencial para os estabelecimentos. Nesse sentido, escolher uma maquininha prática e financeiramente rentável é essencial.

Uma loja pode oferecer diferentes meios de pagamentos, como boletos, PIX, cartão de débito e de crédito, dinheiro em nota.

Para o estabelecimento, disponibilizar duas ou mais opções é essencial para sua expansão, pois aumenta as chances de vendas.

No entanto, vale frisar que a escolha de uma maquininha vai depender da realidade de cada negócio, afinal, cada uma possui suas vantagens, praticidades e custos operacionais para o pagamento em cartão.

Assim, neste guia, falamos sobre as soluções de pagamento das principais operadoras, dando dicas para você escolher sua maquininha de cartão, com base na a análise de taxas e diferenciais.

Acompanhe a leitura!

Parâmetro geral das compras com cartão

O cartão é um dos meios favoritos para a realização de compras e seu uso cresceu consideravelmente, principalmente na função crédito e nas compras online. 

E esse aumento caminha em conjunto com a expansão do comércio eletrônico. Em 2020, este mercado cresceu 75%, representando 11% das vendas do varejo brasileiro.

Uma pesquisa recente indica ainda que 82% dos consumidores escolhem o pagamento em cartão para parcelarem suas compras.

Desde 2015, as vendas com cartão de crédito tiveram aumento de pelo menos 9% em relação ao ano anterior, segundo a Abecs.

Outro estudo feito pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostra a relação dos brasileiros com as formas de pagamentos e quais seus meios preferidos:

  • Dinheiro (71%);
  • PIX (70%);
  • Cartão de débito (66%);
  • Cartão de crédito (57%).

Como podemos observar, não há uma distância significativa entre os métodos, embora o dinheiro em nota ainda lidere. 

Contudo, os outros meios de pagamentos são convenientes e a expansão do uso de cartão está abrindo mercado para mais modelos de maquininha.

Devido ao volume, muitos lojistas se perdem quando vão escolher a melhor opção para o seu negócio.

Pensando nisso, para sua loja escolher estrategicamente, abaixo, detalhamos várias maquininhas de cartão para você selecionar a ideal para o seu empreendimento. Veja!

Veja qual a maquininha ideal para o seu negócio

Cada operadora de cartão possui suas particularidades e diferentes taxas de acordo com o método de pagamento, dentre outros fatores.

Para te ajudar a encontrar a solução de pagamento que atenda as demandas da sua empresa, listamos abaixo informações úteis para uma escolha assertiva.

 

Ton

As maquininhas Ton fazem parte do grupo de soluções de pagamentos ofertado pela operadora Stone

Com 5 opções, a ideia é atender a diversos segmentos e tipos de comércio, desde aqueles que estão iniciando um negócio e querem passar a vender em cartão a aqueles que já possuem um fluxo de vendas mais sólido.

A Ton trabalha com dois modelos de cobrança de taxa: um é válido para todas as maquininhas e o "quanto mais você vende, menos taxa você paga". 

O primeiro é ideal para lojas que vendem menos de R$5.000,00/mês. A outra modalidade é para aqueles que vendem mais de R$5.000,00/mês. 

Nessa modalidade, as taxas cobradas são as mais baratas praticadas pela empresa. Veja um quadro médio das taxas da maquininha de cartão Ton:

Taxas:

  • Débito - 1,99%
  • Crédito - 3,49%
  • Parcelado 12x (antecipação) 22,56%

 

C6Pay

A C6Pay é a solução de pagamentos do C6 Bank. 

O grupo possui três maquininhas que podem se adaptar a diversos tipos de negócios e atende pessoas físicas e jurídicas.

Todas as maquininhas cobram por adesão, mas existe o plano Adesão Zero, em que não há taxa cobrada para vendas acima de R$3.500/mês em recebimentos conta C6 Bank (SuperMini).

Este mesmo esquema ocorre para vendas acima de R$5.000/mês para quem recebe na conta C6 Bank (Essencial) e para vendas acima de R$7.500/mês, quando recebida na conta C6 Bank (Smart).

A C6Pay aceita as principais bandeiras do mercado. De acordo com o site, em breve eles passarão a aceitar os vouchers Alelo, Sodexo e Ticket.

Taxas:

  • Débito - 1,85%
  • Crédito - 3,89% (1-2 dias) - 3,29% (30 dias)
  • Parcelado 12x (antecipação) 25,78% (1-2 dias)

 

Sicredi

A máquina da Sicredi é uma operadora que possui três soluções de pagamento que, sozinhas, podem atender a empresas de vários tamanhos e segmentos.

Há a maquininha com fio para estabelecimentos que recebem pagamento no balcão e também a opção sem fio que traz mais mobilidade e flexibilidade para o lojista e o cliente.

Há ainda a maquininha compacta que garante mobilidade e conexão rápida para um fluxo de vendas menor.

O site da Sicredi não disponibiliza as taxas cobradas a débito, crédito à vista e crédito parcelado, além de não divulgar o preço das maquininhas.

Para ter acesso a essas informações, é necessário deixar o contato contendo o nome da cooperativa, nome completo, CPF/CNPJ, e-mail e telefone.

Taxas médias, com base em apuração da Confere:

  • Débito - 1,70%
  • Crédito - 2,70%
  • Parcelado 12x - 35,1%

 

Cielo

A Cielo é uma das operadoras de cartão mais conhecidas no mercado, sendo a maquininha predominante nos empreendimentos. 

As soluções de pagamento atuam em uma única modalidade de recebimento, de 1-2 dias. Em outras palavras, seus serviços adotam a prática de antecipar recebíveis automaticamente. 

Dependendo do modelo de negócio, a antecipação automática pode ser algo positivo para manter o capital de giro, já em outros casos, isso não seria necessário.

Antecipar todos os recebíveis pode significar uma perda de capital sem necessidade para algumas corporações.

Apesar disso, a Cielo dispõe de soluções de pagamento diversas, que atendem vendedores autônomos, pequenos lojistas e grandes empresas.

Taxas:

  • Débito - 2,39%
  • Crédito - 4,99% (1-2 dias)
  • Parcelado 12x (antecipação) - 41,47% (1-2 dias)

 

Rede

A Rede é uma operadora relacionada ao banco Itaú que não restringe que os recebíveis sejam pagos apenas pelo banco. 

Contudo, caso o vendedor deseje receber as vendas a crédito em 1 ou 2 dias, é necessário que seja pelo Itaú. 

Em caso contrário, será aplicado o prazo comum de 30 dias.

Para maquininhas da Rede, existem dois planos: 

  • Aluguel zero, para aqueles com faturamento acima de R$5.000,00/mês;
  • Aluguel padrão, que é de R$69,00 para todas as máquinas de clientes com faturamento abaixo desse valor.

No plano de aluguel padrão, o lojista recebe o valor das vendas na conta corrente durante o mês e o valor integral do plano é cobrado apenas no início do mês seguinte, descontado dos recebimentos do dia.

O mesmo acontece com o plano aluguel zero, porém ao atingir o faturamento mínimo, o lojista tem de volta na conta em poucos dias 100% do valor do plano.

A Rede também conta com uma solução para PJ, com taxas especiais voltadas para lojistas que vendem de R$10.000 a R$100.000/mês.

Taxas:

  • Débito - 1,99%
  • Crédito - 4,97%
  • Parcelado 12x (antecipação) - 25,38%

 

Getnet

Em relação às taxas aplicadas em cima das transações, a Getnet é uma das operadoras mais amigáveis com o pequeno empreendedor

Isso porque a taxa de vendas a crédito é de 2% para recebimentos em 1-2 dias – algumas concorrentes chegam a cobrar quase 5% nessa modalidade.

A Getnet também oferece a possibilidade de transformar qualquer maquininha que se conecta com o celular em uma SuperGet que traz mais mobilidade para o lojista no pagamento em cartão.

Para tanto, o lojista deve verificar a compatibilidade de sua maquininha de cartão: apenas maquininhas que se conectam com o celular podem usufruir do recurso.

No site da Getnet há o passo a passo de como fazer isso.

A Getnet aceita as bandeiras principais bandeiras (MasterCard, Visa, Elo, Amex e Hipercard) além de diversas bandeiras adicionais.

Taxas:

  • Débito - 2%
  • Crédito - 2% (1-2 dias) - 3,09% (30 dias)
  • Parcelado 12x (antecipação) 38,48% (1-2 dias) - 36,68% (30 dias)

 

InfinitePay

As taxas da InfinitePay são baixíssimas quando comparadas às outras. Segundo a operadora, as taxas são 80% mais baixas do que as praticadas no mercado.

Isso porque a operadora não cobra valores de antecipação, o que barateia o processo para o cliente final, que ainda assim recebe o dinheiro das vendas no dia seguinte.

Assim, a InfinitePay entrou de modo consistente no competitivo mercado de maquininhas e traz em seu site um comparador de preços com as principais concorrentes.

A justificativa para as taxas tão agressivas é a tecnologia blockchain e a inovação com Inteligência Artificial.

Por ser uma empresa nova, a InfinitePay ainda está ganhando espaço no mercado das maquininhas.

Contudo, ela promete desbancar grandes concorrentes que, se não se adaptarem, perderão espaço na corrida para conquistar clientes.

Taxas:

  • Débito - 1,44%
  • Crédito - 2,89%
  • Parcelado 12x (antecipação) - 7,43%

 

SumUp

A SumUp conta com 3 tipos de maquininhas que atendem pequenas, médias e grandes empresas.

Ela oferece um plano antecipado, que antecipa automaticamente taxas de 4,60% para crédito à vista +1,50% por cada parcela, recebendo em 1 dia útil pelas suas vendas

Existe também o plano econômico, que conta com taxa de 3,10% para crédito à vista e 3,90% de 2x à 12x para as parcelas, com recebimento a partir de 30 dias.

Para ajudar os iniciantes, é oferecido 1% de taxa de débito e crédito à vista nos 3 primeiros meses de uso, ou até completar R$20 mil em vendas.

Taxas:

  • Débito - 1,9%
  • Crédito - 4,6% (1-2 dias) e 3,1% (30 dias)
  • Parcelado 12x (antecipação) - 21,1% (1-2 dias)

Ranking Confere: quais maquininhas sobem no pódio?

Como prezamos pela transparência e desejamos que sua empresa cresça de forma saudável, criamos um ranking das melhores maquininhas de cartão. 

Veja os highlights do ranking:

 

Melhor maquininha na categoria débito

A InfinitePay se destaca nessa categoria por possuir uma taxa de 1,44%.

 

Melhor maquininha na categoria crédito

O destaque das taxas de crédito é a Getnet com seus 2%.

 

Melhor maquininha na categoria crédito parcelado

Aqui novamente a InfinitePay se destaca com uma taxa de 7,43%.

Aproveite para conferir o ranking completo aqui!

Bônus: automatize o acompanhamento de taxas com a Confere!

Um dos erros mais recorrentes no controle financeiro é a falta de acompanhamento das taxas cobradas pelas operadoras de cartão

Muitos lojistas desconhecem ou não controlam o valor das taxas das transações por bandeira e operadora e acabam correndo riscos financeiros.

Uma maneira de driblar isso é com a automação de processos. Este é um passo importante para deixar as operações da sua empresa mais eficientes.

As planilhas manuais, no geral, são muito complexas e podem acabar virando um obstáculo para a sustentabilidade financeira do seu negócio.

Já a conciliação de cartões automatizada permite um controle minucioso de cada operação de pagamento realizada via cartão de crédito ou débito.

Dessa forma, será possível acompanhar as taxas cobradas pelas operadoras com precisão, dando uma visão clara de todas as entradas e saídas de caixa.

A Confere Cartões disponibiliza uma ferramenta completa que sincroniza diariamente todos os dados das suas maquininhas.

Em um único lugar, é possível visualizar as informações de vendas com cartão de todas as suas máquinas e de todos os CNPJs.

Se você trabalha com uma, duas, três ou mais maquininhas, tudo bem! Nós centralizamos todas as informações de vendas na mesma plataforma.

Fora isso, pode-se cadastrar as taxas acordadas com cada operadora e automaticamente o sistema calcula se o valor aplicado está correto.

Assim, você repassa as taxas ao cliente de modo eficiente e coerente!

Conclusão

Neste artigo, apresentamos a importância de disponibilizar o pagamento em cartão e de contar com uma maquininha segura e financeiramente competitiva para o empreendedor.

Com um bom planejamento, consciência da realidade financeira do seu negócio e métodos que atendam as necessidades dos seus clientes, você com certeza vai fazer a escolha certa.

Dito isso, estude as opções de maquininha de cartão apresentadas aqui e analise criteriosamente qual seria ideal para o momento da sua empresa!

Este texto foi escrito por João Barros