Shopee: saiba como vender e otimize seus resultados no e-commerce

Por Miriam Barros

Quem acompanha o mercado brasileiro de e-commerce dos últimos meses, certamente já deve ter ouvido da Shopee. Nova tendência do comércio virtual no país, a Shopee pode ser um ótimo caminho para quem quer começar a vender pela internet ou já tem um negócio e deseja impulsionar seus resultados na web. Mas você sabe como vender no Shopee?

Para auxiliar os leitores e usuários da Confere, nós preparamos um guia com tudo que você precisa saber para iniciar suas vendas online na Shopee!

Neste post, você verá como a ferramenta funciona, alguns números sobre seu crescimento no Brasil e confirmar se o site da Shopee é mesmo confiável.

Vamos lá?   

New call-to-action

Shopee: o que é e como funciona?

Principal plataforma de e-commerce do Sudeste Asiático e Taiwan, a Shopee é um marketplace que reúne vendedores dos mais diversos segmentos.

Com preços competitivos e diversas promoções de frete grátis, a plataforma vem atraindo consumidores brasileiros pela diversidade de ofertas e facilidade de navegação.

Fundada em 2015, a Shopee investiu, simultaneamente, nos principais mercados do Sudeste da Ásia (Singapura, Indonésia, Malásia, Tailândia, Taiwan, Vietnã e Filipinas).

Recentemente, a marca iniciou seu projeto de expansão internacional e já se posiciona como um dos principais players do comércio eletrônico.

Segundo dados de 2021 publicados no portal e-commerce Brasil, por exemplo, a Shopee é o quarto marketplace internacional mais buscado pelos consumidores. Confira o ranking:

  • 1. Aliexpress
  • 2. Amazon.com
  • 3. Wish
  • 4. Shopee
  • 5. Ebay 

O funcionamento da plataforma é semelhante ao dos grandes e-commerces globais. 

Basicamente, o consumidor fará a pesquisa de um produto dentre as diversas seções do site, incluirá em seu carrinho e poderá concluir a compra, escolhendo a melhor forma de pagamento, selecionando possíveis descontos e tendo, em muitos casos, a possibilidade de comprar de diversos vendedores a partir de um único frete.

Um dos destaques do site é a sua navegabilidade e facilidade de entrar em contato com os lojistas cadastrados na plataforma. 

Dentre outras características, o site oferece a possibilidade de:

  • Interação com vendedores via chat;
  • Acompanhamento do volume de resposta dos lojistas;
  • Avaliação de vendedores (que poderão ser consultadas por qualquer pessoa que esteja navegando no site).

Siga a leitura e logo mais explicaremos como vender pela Shopee!

Nova call to action

Shopee Brasil e a expansão da plataforma pela América Latina

A Shopee Brasil é o braço do marketplace asiático no país, que foi um dos primeiros destinos internacionais da Shopee fora do Sudeste Asiático.

E a plataforma já é um sucesso no Brasil. Embora a empresa não divulgue dados de faturamento, só em relação a compra de produtos importados, a Shopee já soma mais de 30% do mercado nacional.  

Além disso, a Shopee costuma ter picos de venda altos em datas comemorativas, através de uma estratégia de crescimento baseada na oferta de descontos expressivos.

Para citar um exemplo, só no último Dia das Mães, o marketplace registrou um crescimento de 280% em suas vendas. 

Este ano, a Shopee segue firme com seu projeto de expansão na América Latina, já tendo inaugurado operações no México, Chile e Colômbia. 

Como vender na Shopee: um passo a passo para começar

É lojista virtual ou está pensando em iniciar suas vendas online pelo Shopee? Veja como é simples começar a vender pelo marketplace:

 

Crie seu login

Antes de tudo, você deve fazer o download do aplicativo da Shopee Brasil na App Store ou no Google Play e criar seu login. 

 

Acesse a central do vendedor e inicie seu cadastro

Depois da criação do login, basta acessar a central do vendedor da Shopee e iniciar seu cadastro com dados pessoais e sobre sua loja. 

 

Defina o tipo de loja

Na etapa de cadastro, será preciso informar o tipo de loja para iniciar suas vendas na plataforma. 

Hoje, o marketplace aceita tanto o cadastro de lojas pessoais (através do CPF do usuário) quanto lojas empresariais (por meio do CNPJ).

 

Preencha seus dados

Após definir seu tipo de loja, você irá preencher o cadastro completo com alguns dados essenciais, incluindo:

  • Nome da Loja;
  • Contato principal com nome e endereço;
  • E-mail e telefone de contato.

 

Edite sua loja e comece a vender

Finalmente, é só dar o aceite nos termos de serviço da Shopee e acessar o campo de Perfil da Loja para complementar informações do e-commerce.

Após essa edição, sua loja já estará apta para cadastrar anúncios e produtos. Viu como é simples começar a vender pela Shopee?

Siga na leitura para saber como criar seus anúncios de venda! 

O que você pode vender pelo Shopee?

Mas antes, é importante saber que itens podem ser vendidos através da Shopee. Hoje, a plataforma conta com as mais diversas categorias de produtos, como:

  • Saúde e Beleza;
  • Roupas masculinas, femininas, calçados, acessórios de moda, joias e relógios;
  • Brinquedos e games;
  • Papelaria;
  • Celulares e acessórios;
  • Acessórios para veículos;
  • Produtos para pets;
  • Casa, cozinha e decoração;
  • Cama, mesa e banho;
  • Informática;
  • Alimentos e bebidas;
  • Eletro e portáteis;
  • Itens infantis e para recém-nascidos;
  • Livros e revistas;
  • Esporte e lazer;
  • Áudio e eletrônicos. 

Dito isso, a Shopee conta também com uma política de restrições quanto a produtos que não podem ser vendidos no marketplace. Eles incluem:

  • Produtos e serviços financeiros;
  • Ingressos para eventos;
  • Pesticidas;
  • Medicamentos que exigem prescrição médica;
  • Determinados tipos de alimentos;
  • Animais de estimação;
  • Armas de fogo;
  • Bebidas alcoólicas e narcóticos;
  • Equipamentos de telecomunicação não registrados pela ANATEL, dentre outros.

Para conferir a lista completa de itens sem autorização de venda, acesse a Política de Produtos Proibidos e Restritos, disponível no site da Shopee.

New call-to-action

Guia simples de como cadastrar produtos e anúncios na Shopee

Assim como o cadastro inicial, a inclusão de produtos e anúncios de venda na Shopee é bem simples. Veja as etapas e comece a vender:

 

Cadastro via Central do Vendedor

  • Primeiramente, acesse a central do vendedor da plataforma e clique em meu produto;
  • Em seguida, clique em adicionar novo produto para começar o cadastro do item;
  • Você precisará informar o nome do produto e selecionar sua categoria (a própria plataforma já sugere opções de categorização com base no nome do item);
  • Insira detalhes gerais, como marca, descrição, preço e quantidade disponível de estoque;
  • Insira fotos bem editadas para dar destaque ao seu produto e deixar mais atrativa sua loja virtual (é possível incluir até 9 fotos);
  • Informe o peso do produto para o cálculo do frete e depois é só publicar o anúncio de venda!

 

Cadastro via Shopee App

Você também poderá cadastrar produtos e anúncios pelo app da Shopee Brasil. 

  • Clique em minha loja e, em seguida, no campo adicionar novo produto;
  • Escolha as fotos do produto e as inclua através do app;
  • Preencha os detalhes gerais do produto, incluindo o peso para que o frete seja calculado;
  • Depois é só publicar e o produto já estará disponível para os compradores.

O site da Shopee é confiável para comprar e vender?

Agora que você já sabe como vender pelo Shopee, é importante esclarecer uma dúvida de muitos usuários do e-commerce: 

Afinal, a plataforma é segura para compradores e vendedores? A resposta é sim para ambas as questões! 

Para os lojistas virtuais, a plataforma é uma ótima alternativa para a diversificação de seus canais de venda e geração de faturamento.

Para os consumidores, como reforçamos, o site conta com políticas de frete e descontos interessantes, além de preços competitivos que podem valer muito a pena.

Por outro lado, como em qualquer marketplace, é importante que os consumidores estudem a reputação das lojas cadastradas e o nível de resposta dos lojistas no chat da Shopee. Essas ações irão auxiliar para um processo de compra bem-sucedido. 

Para os lojistas, é fundamental manter o relacionamento ativo com seus leads, utilizando o chat da plataforma, respondendo dúvidas e mantendo a excelência nas entregas.

Com isso, suas chances de sucesso e de aumentar as vendas pela Shopee serão muito mais significativas.   

 

Preciso ter uma loja virtual para vender no Shopee?

Não, ter uma loja online não é uma exigência atual da Shopee. 

A plataforma permite, inclusive, o cadastro de usuários sem CNPJ – ao contrário, por exemplo, de marketplaces como o Mercado Livre, que tem trabalhado uma estratégia de profissionalização de suas lojas cadastradas e hoje só aceita novos vendedores com CNPJ. 

Dito isso, para potencializar vendas no competitivo mercado virtual brasileiro, é sempre válido investir na diversificação de canais de venda. 

Isso significa que, além de marketplaces como o Shopee e o próprio Mercado Livre, vale muito a pena investir na criação de uma loja virtual própria e de outros canais para vender online, como, por exemplo:

  • Site institucional com canal direto para sua loja;
  • Vendas pelas redes sociais por meio do Instagram e Facebook;
  • WhatsApp Business;
  • Uso de comunidades virtuais para a divulgação de seus produtos e interação com potenciais clientes.

Para ser bem-sucedido com esses múltiplos canais, considere criar uma estratégia assertiva de marketing digital e um planejamento detalhado para um atendimento eficiente dos clientes.

E, se estiver pensando em começar uma loja virtual, uma das opções é a Confere Shop, plataforma em que você consegue montar seu e-commerce em apenas 3 minutos e de graça! 

Além disso, você tem a opção de integrar sua loja online com Instagram, Google e Facebook, fator essencial para divulgar seus produtos na web.

Conheça mais sobre a Confere Shop e comece hoje mesmo a vender na internet!

Conclusão: vale a pena vender no site da Shopee? Como e quando começar

Como todo marketplace, para ser bem-sucedido na Shopee, é indispensável se dedicar a manter um perfil com ótima reputação e relacionamento constante com os clientes. 

Por outro lado, a plataforma é uma ótima via para aumentar sua exposição na internet e, ao combiná-la com outros canais, é possível que você aumente de modo considerável seu faturamento.

Em outras palavras: vender na Shopee vale a pena para os lojistas comprometidos com os resultados do seu negócio. E, agora que você já sabe como iniciar, é hora de trilhar sua própria jornada de sucesso no e-commerce!  

New call-to-action

Este texto foi escrito por João Barros.