Como a tecnologia pode acelerar o crescimento de pequenas empresas

Por Miriam Barros

Qual empreendedor não sonha em alavancar o seu negócio e se tornar referência no mercado, né? Bom, se esse for o seu caso, temos a solução! 

Podemos acompanhar diariamente a relação da sociedade com a tecnologia.

O uso dos celulares, computadores, tablets e outros dispositivos são exemplos disso.

Você já parou para pensar quantas vezes você pega o seu smartphone por dia? Muitas, não é? 

Pois é, a sociedade vive um momento de extremo contato com a tecnologia.

A ciência já ultrapassou todas as barreiras e hoje se faz presente na vida pessoal e nos processos empresariais de todas as pessoas. 

Por isso, a implementação dessas tecnologias deixou de ser uma opção e passou a ser uma necessidade - principalmente para as empresas.

Nesse contexto, lidar com a evolução da tecnologia não é mais uma vantagem competitiva, e sim uma obrigação. 

No caso das empresas, a tecnologia é uma ótima ferramenta para otimizar a produção, auxiliar no processo de gestão e manter a comunicação com o cliente por meio do marketing digital. 

Porém, entre micro e pequenos empresários, ainda existe um receio em investir na tecnologia, muitas das vezes por falta de orçamento ou por apelo pelos métodos tradicionais. 

Se você for um desses, tenho uma péssima notícia para contar: empresas que não apostam em tecnologia não ficam ativas no mercado. 

Demonstração Confere

Importância da tecnologia para microempresas 

A tecnologia para pequenos negócios é cada vez mais importante para manter vantagens competitivas e garantir um bom crescimento.

Veja alguns benefícios para adotar a tecnologia na sua empresa: 

  • Diminuição de custos operacionais;
  • Automatização de processos;
  • Qualidade na produção;
  • Menos erros de trabalho;
  • Maior produtividade;
  • Otimização das atividades de trabalho.

 

Viu como implementar a tecnologia é importante até para se diferenciar no mercado e vender mais?

Além disso, segundo levantamento feito em 2018 pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 35% dos micro e pequenos empresários usam ferramentas tecnológicas para alavancar os seus negócios. 

Provavelmente essa porcentagem tenha te motivado. Afinal, vendo esse cenário, não dá para ficar para trás, né?

Planilha Controle de cartões

Tecnologias para as empresas

Agora que você viu a importância da tecnologia, vamos conhecer algumas facilidades que ela proporciona?

Gerenciador de tarefas

Resumidamente, o gerenciador de tarefas é responsável pelos processos de entrega, entrada e saída de caixa, delegar tarefas, definir responsabilidades e acompanhar as atividades do gestor. 

Mesmo em pequenas empresas, obter controle de datas e suas atividades periódicas é muito importante para entregar tudo dentro do prazo. 

Pense que precisa atender uma demanda grande de serviço de manutenção de aquecedor a gás. Como cuidar do pedido, dos produtos utilizados e da mão de obra sozinho? Certamente algo vai passar despercebido. 

 

ERP

Se você cuida da gestão empresarial provavelmente já ouviu esse termo. O ERP (Sistema Integrado de Gestão Empresarial), é responsável por gerenciar compras e vendas, controlar o fluxo de caixa e estoque e emitir notas fiscais. 

Por exemplo, os seguintes produtos estão em falta no seu estoque: colher de dentina e motor elétrico trifásico. O ERP pode fazer essa contagem e te notificar dá diminuição no fluxo.

 

Computação na nuvem 

Diferente dos outros sistemas, a computação na nuvem dispensa investimentos altos e permite o acesso a arquivos e documentos de qualquer lugar.

 

Compartilhamento de dados 

É quase a mesma lógica da computação na nuvem. O Google Drive, por exemplo, armazena documentos em segurança e ainda permite que toda a equipe tenha acesso.

Como utilizar?

O primeiro passo é fazer um planejamento. Pesquise quais ferramentas poderão ser utilizadas, os custos e como pode integrá-las na organização.

É legal buscar por ferramentas que tenham versão gratuita. Dessa forma, não extrapola o seu orçamento. 

Após a implementação, ofereça treinamento para manuseio dessas tecnologias. Lembre-se: essa é uma mudança enorme na rotina de trabalho, por isso eles precisam estar bem preparados. 

Agora, mãos na massa! Implemente as ferramentas e acompanhe o desempenho delas nas rotinas produtivas. É importante identificar pontos de melhora e as vantagens obtidas. 

A parte boa disso é que você pode automatizar tudo que puder. Isso reduz erros, elimina o retrabalho e aumenta a produtividade do negócio. 

Nova call to action

Esse‌ ‌artigo‌ ‌foi‌ ‌escrito‌ ‌por‌ ‌Beatriz‌ ‌Barros,‌ ‌Criadora‌ ‌de‌ ‌Conteúdo‌ ‌do‌ ‌‌Soluções‌ ‌Industriais‌.‌